Busca avançada
Ano de início
Entree

Atividade antiproliferativa in vitro da Coronarina-D

Processo: 14/06636-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2014
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Geral
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:João Ernesto de Carvalho
Beneficiário:Márcia Yumi Okubo
Instituição-sede: Centro Pluridisciplinar de Pesquisas Químicas, Biológicas e Agrícolas (CPQBA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Paulínia , SP, Brasil
Assunto(s):Neoplasias   Células tumorais   Morte celular   Antineoplásicos   Hedychium coronarium

Resumo

No tratamento para câncer, a maior parte dos medicamentos utilizados na terapêutica são de origem de produtos naturais ou seus derivados. O rizoma da Hedychium coronarium é utilizada na Medicina natural chinesa, no tratamento de infecções em geral, das inflamações na garganta, das dores agudas referentes a reumatismo, como tônico, antifebril, entre outras aplicações. Na literatura, há relatos de diversas atividades biológicas referentes aos seus compostos naturais. Em estudos prévios, foram obtidas a partir de extrato em diclorometano do rizoma da H. coronarium, as seguintes substâncias: Coronarina A, Coronarina E, Coronarina D, Coronarina D cetalizada, (E)-labda-8(17),12-dieno-15,16-dial e labda-8(17),13-dien-15,16-olideo. Na avaliação de atividade biológica, a Coronarina D teve destaque na atividade antiproliferativa em cultura de células tumorais das linhagens PC-3 (próstata) e HT-29 (colorretal) e também foi capaz de inibir as fosfatases Cdc25b e PTP1B. Assim, em continuidade a este trabalho, propõe-se comprovar a atividade antiproliferativa in vitro em cultura de células tumorais e complementar com a avaliação do tipo de morte celular, abordando as principais proteínas envolvidas no processo apoptótico, de sobrevivência e proliferação, com o intuito de avaliar os possíveis mecanismos de ação do composto. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE PAIVA, PAULA P.; NUNES, JULIA H. B.; NONATO, FABIANA R.; RUIZ, ANA L. T. G.; ZAFRED, RAFAEL R. T.; SOUSA, ILZA M. O.; OKUBO, MARCIA Y.; KAWANO, DANIEL F.; MONTEIRO, PAULA A.; FOGLIO, MARY A.; CARVALHO, JOAO E. In Silico, In Vitro, and In Vivo Antitumor and Anti-Inflammatory Evaluation of a Standardized Alkaloid-Enriched Fraction Obtained fromBoehmeria caudataSw. Aerial Parts. Molecules, v. 25, n. 17 SEP 2020. Citações Web of Science: 0.
FRANCO, YOLLANDA E. M.; OKUBO, MARCIA Y.; TORRE, ADRIANA D.; PAIVA, PAULA P.; ROSA, MARCELA N.; SILVA, VIVIANE A. O.; REIS, RUI M.; RUIZ, ANA L. T. G.; IMAMURA, PAULO M.; DE CARVALHO, JOAO E.; LONGATO, GIOVANNA B. Coronarin D Induces Apoptotic Cell Death and Cell Cycle Arrest in Human Glioblastoma Cell Line. Molecules, v. 24, n. 24 DEC 2019. Citações Web of Science: 0.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
OKUBO, Márcia Yumi. Atividade antiproliferativa in vitro da coronarina D. 2016. 81 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Odontologia de Piracicaba Piracicaba, SP.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.