Busca avançada
Ano de início
Entree

Orações subordinadas versus nominalizacoes em karitiana: um estudo comparativo

Processo: 14/14044-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 13 de outubro de 2014
Vigência (Término): 12 de outubro de 2015
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Teoria e Análise Lingüística
Pesquisador responsável:Luciana Raccanello Storto
Beneficiário:Ivan Rocha da Silva
Supervisor no Exterior: Patience L. Epps
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Texas at Austin (UT), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:12/02769-7 - Estrutura argumental dos verbos em orações subordinadas em karitiana: Valência verbal e sua interação com núcleos funcionais de aspecto, BP.DR

Resumo

O present projeto investiga as diferenças entre orações subordinadas (adverbial, relativa e completiva). Na primeira parte, serão demonstradas as diferenças entre orações relativas e completivas, já que foram mostradas as características que permitem distinguir adverbiais das relativas e completivas no projeto original. Na segunda parte, estudaremos as orações infinitivas e nominalização de verbos pelos sufixos {-p} e {-pa} em Karitiana (língua ergativo-absolutiva, verbo na segunda posição (V2) em sentenças declarativas). Nossa principal meta é mostrar que essa língua exibe orações subordinadas ao invés de verbos nominalizados nesse ambiente como vários pesquisadores que trabalham com línguas amazônicas têm mostrados. Embora subordinadas nessa língua não apresentam nenhuma morfologia de concordância, tempo ou modo, é verdade que Karitiana exibe muitas outras marcas morfológicas como morfemas de causativização, passivização, construção de foco do objeto, núcleos funcionais de aspecto, variação na ordem de palavras em relativas, além de a língua apresentar um morfema nominalizador quando cláusulas não-finitas nominalizadas ocorrem na língua. Para investigar o tema proposto, utilizaremos da seguinte metodologia: elicitação de dados, julgamento de (a)gramaticalidade, além de dados linguísticos naturais de narrativas míticas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
IVAN ROCHA. INTRODUZINDO ARGUMENTOS À ESTRUTURA VERBAL KARITIANA. Alfa, rev. linguíst. (São José Rio Preto), v. 64, . (14/14044-2)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.