Busca avançada
Ano de início
Entree

Relação entre os hormônios metabólicos IGF-1, leptina, insulina e GH e eficiência reprodutiva em fêmeas Nelore

Processo: 14/03209-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2014
Vigência (Término): 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:José Luiz Moraes Vasconcelos
Beneficiário:Rogério Fonseca Guimarães Peres
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Bovinos   Vacas   Gado Nelore   Eficiência reprodutiva animal   Fator de crescimento insulin-like I   Leptina   Hormônio do crescimento   Insulina   Benzoato de estradiol

Resumo

O estado metabólico está entre os fatores que mais afetam o desempenho reprodutivo da fêmea bovina (WEBB et al., 2004) e a nutrição é um dos principais itens capaz de alterar os níveis dos hormônios metabólicos. Com o objetivo de conhecer as concentrações de IGF-1, leptina, GH e insulina em fêmeas Nelore em distintos momentos durante a estação de monta e avaliar estratégias nutricionais que permitam alterar os níveis desses hormônios, delineou-se quatro experimentos, sendo: Experimento 1 - 1000 vacas multíparas Nelore serão sincronizadas com o protocolo de IATF: inserção de um dispositivo intravaginal (CIDR®) e aplicação de 2 ml de benzoato de estradiol (Gonadiol®) no D0. No D9 será realizada a retirada do CIDR, administração de 0,3 ml de cipionato de estradiol (E.C.P.), haverá administração de 2,5 ml de dinoprost tromethamine (Lutalyse®) e 300 UI de gonadotrofina coriônica equina (Folligon®). No D11, 48 h após a remoção do dispositivo intravaginal de progesterona será realizada a IATF. No Experimento 2, 226 novilhas de 12 a 15 meses serão submetidas a protocolo de indução de puberdade e protocolo de IATF de acordo com Experimento 1, serão pesadas, avaliadas por US em D -24, D-12, D0 para avaliar presença de corpo lúteo. No Experimento 3, 720 vacas primíparas serão protocoladas com protocolo de IATF descrito no Experimento 1 e serão divididas em dois grupos: GM (Grupo Milho) - Fornecimento de 1,0 kg /vaca/dia do D0 ao D11 e 2,2 kg /vaca/dia do D11 ao D41 e CG (Grupo Controle) - sem fornecimento de milho. No Experimento 4, 2160 vacas multíparas serão protocoladas com protocolo de IATF descrito no Experimento 1 e serão divididas em dois grupos: GV (Grupo Virginiamcina) - Fornecimento aproximado de 45 ppm/100 kg de peso vivo iniciando entre 15 a 25 dias após o parto até o momento da desmama e GC (Grupo Controle) - fornecimento de suplemento sem virginiamiacina. Nos experimentos 1, 2, 3 e 4 as coletas de amostras de sangue serão realizadas no D0, D11 e D41, sendo que no Experimento 2 também haverá coleta no D-24 e D012. O diagnóstico gestacional da 1a IATF e no final da estação de monta será realizado no D 41 e D131 e será avaliada a presença de corpo lúteo nas vacas vazias. As amostras de sangue serão armazenadas a 4o C por 24 horas e posteriormente centrifugadas em 1500 g por 15 minutos. O soro será congelado a - 20o C e armazenado até o momento de realizar as dosagens de GH, leptina, IGF-1 e insulina por radioimunoensaio. As variáveis binomiais (taxa de prenhez a 1a IATF, porcentagem de vacas cíclicas no DG, taxa de prenhez no final da estação de monta) serão analisadas utilizando o PROC GLIMMIX e as variáveis contínuas (concentração de GH, leptina, IGF-1 e insulina) serão analisadas utilizando o PROC MIXED. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
PERES, Rogério Fonseca Guimarães. Relação entre os hormônios metabólicos IGF-1, leptina e GH e eficiência reprodutiva em fêmeas Nelore. 2016. 169 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.