Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação de empresas com incremento de qualidade após a adoção de IFRS no Brasil

Processo: 14/01403-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2014
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Administração - Ciências Contábeis
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Sílvio Hiroshi Nakao
Beneficiário:Roberto Black
Instituição-sede: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEARP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Contabilidade financeira   Informação   Normas internacionais de relatório financeiro   Incentivo fiscal   Brasil

Resumo

Esse trabalho tem como objetivo a identificação de um grupo de empresas em que há um maior incremento de qualidade de informação contábil com a adoção de IFRS em função de incentivos econômicos dados pelo mercado acionário. A adoção de IFRS está geralmente associada com um aumento de qualidade das demonstrações contábeis. Entretanto, as empresas dentro de um mesmo país provavelmente possuem diferentes incentivos econômicos em relação à divulgação da informação. Nesse sentido, tratar as empresas de forma homogênea, sem considerar os incentivos econômicos atrelados, poderia contaminaria a análise do incremento da qualidade informacional após a adoção do padrão IFRS. Assim, esse trabalho parte da premissa de que os incentivos no nível das empresas possuem um papel relevante na qualidade das demonstrações contábeis. Isso não implica afirmar que as normas contábeis não importam, mas de que existem outras forças que moldam a qualidade das demonstrações contábeis e que as normas contábeis deveriam ser vistas como uma dessas forças. Em primeiro lugar, esse trabalho procurou identificar características que poderiam ser a causa de um incremento ou não da qualidade da informação contábil e, assim, agrupar, por meio de uma análise de conglomerados, as empresas em termos de incentivos econômicos em comum. Em seguida, com base nos grupos identificados, será testado o incremento de qualidade para cada grupo após a adoção de IFRS. Para fins de comparação, o período de análise envolve quatro anos antes (2004 a 2007) e quatro anos após (2010 a 2013) a adoção de IFRS. Esse trabalho utilizará o reconhecimento tempestivo dos eventos econômicos, a suavização dos lucros e o gerenciamento de resultados como proxies para a qualidade da informação contábil. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)