Busca avançada
Ano de início
Entree

Apício nos séculos XV e XVI: manuscritos; livros e circulação de saberes médico-culinários

Processo: 14/00918-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2014
Vigência (Término): 19 de maio de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História Moderna e Contemporânea
Pesquisador responsável:Leila Mezan Algranti
Beneficiário:Wanessa Asfora Nadler
Instituição Sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/21413-4 - Apício nos séculos XV e XVI: manuscritos, livros e circulação de saberes médico-culinários - a tradição textual apiciana do norte da Itália, BE.EP.PD
Assunto(s):Alimentação   Renascimento   Medicina   Manuscritos
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Alimentação | Apício | Livros de Cozinha | Manuscritos | Medicina | Renascimento | História da Alimentação

Resumo

O livro de cozinha atribuído a Apício, tradicionalmente conhecido por De re coquinaria, é referência obrigatória quando se trata de temáticas alimentares do passado. Entretanto, a despeito de tal celebridade, as especificidades de sua existência em diferentes contextos de produção e circulação carecem de estudos mais aprofundados por parte dos historiadores. A tradição textual apiciana comporta vinte manuscritos (três medievais, dezesseis renascentistas e um do século XVII), e suas primeiras edições impressas remontam aos séculos XV e XVI. O período historicamente denominado por Renascimento aparece, portanto, inegavelmente imbricado à história dos textos apicianos. O problema desta pesquisa diz respeito justamente a esse "renascimento" no contexto do humanismo, principalmente em sua vertente italiana. Problema esse já anunciado em minha tese de doutorado sobre Apício e a Alta Idade Média, porém, na ocasião, não levado adiante. Mais especificamente, a presente pesquisa trabalhará com a hipótese de que os humanistas do Renascimento, embora impelidos por forças distintas daquelas por trás dos intelectuais dos séculos VIII e IX, de alguma forma, permaneceram presos a uma lógica médico-culinária para classificação e compreensão do livro de cozinha apiciano. Assim, como objetivo geral, buscar-se-á investigar como as dimensões médica e culinária, e, por conseguinte, as noções de comida e medicamento que delas participam, se articulavam em torno dos textos apicianos e dos homens envolvidos com sua cópia, reprodução e circulação ao longo dos séculos XV e XVI.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)