Busca avançada
Ano de início
Entree

Jovens em São Paulo na onda coreana: um estudo da prática do K-pop

Processo: 13/27193-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2014
Vigência (Término): 30 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia
Pesquisador responsável:Rose Satiko Gitirana Hikiji
Beneficiário:Thiago Haruo Santos
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/21629-0 - Qual a sua relação com seu idol? um estudo antropológico do consumo do pop sul coreano em São Paulo, BE.EP.MS
Assunto(s):Jovens

Resumo

Nos anos 1990 o "Hallyu", ou a onda coreana, movimento transnacional de divulgação de telenovelas, filmes e músicas pop sul-coreanas se espalhou por diversos países da Ásia. Na década passada, o K-pop (música pop coreana), aproveitando-se principalmente da expansão das mídias digitais, foi o principal vetor de promoção do "Halyu" em países fora da região asiática. Atualmente, em São Paulo, jovens disputam concursos de dança e canto em que imitam ("fazem cover") as performances e os estilos de roupas e indumentárias dos ídolos do K-pop. Esses espaços têm se tornado locais privilegiados no âmbito do lazer para o contato entre jovens descendentes de imigrantes coreanos e não descendentes, e de ambos com os valores estéticos e morais relativos às músicas pop coreanas. A presente pesquisa busca entender a prática do K-pop em São Paulo e os seus desdobramentos para os jovens envolvidos, principalmente da perspectiva da música e do consumo de bens relacionados ao gênero musical. Estudando a experiência desses jovens, busco entender o processo de apropriação local de gêneros musicais globalizados e seus desdobramentos na vida dos atores envolvidos. Música, dança, performance e consumo serão os elementos postos em foco nas etnografias desses concursos cover e dos ensaios realizados entre esses jovens. Além disso, a etnografia nos espaços online também servirão de pista para o delineamento de redes de amizade, conflitos, trocas e de buscas por categorias nativas dessa prática. Por fim, adotarei também a produção de material audiovisual como estratégia etnográfica. O uso dessa ferramenta facilita a troca de impressões e informações entre os sujeitos observados e o pesquisador em relação à atividade artística, além de posteriormente poder ser oferecido como um retorno da pesquisa aos atores observados.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SANTOS, Thiago Haruo. Idols em imagens e sons, fãs em re-ação: uma etnografia da prática musical do K-pop em São Paulo. 2016. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.