Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação de fatores pró-inflamatórios e da expressão de proteínas juncionais no plexo coroide de cães com leishmaniose visceral

Processo: 14/01202-9
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2014
Vigência (Término): 31 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:Gisele Fabrino Machado
Beneficiário:José Eduardo dos Santos Silva
Instituição Sede: Faculdade de Medicina Veterinária (FMVA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/13865-5 - Investigação da resposta imune durante a leishmaniose canina por Leishmania infantum: Papel dos receptores tipo Toll em macrófagos ex vivo e no plexo coroide, BE.EP.DR
Assunto(s):Neuropatologia   Plexo corióideo   Neuroinflamação   Mediadores da inflamação   Leishmaniose
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Barreira Hematoliquorica | Leishmaniose | Mediadores da inflamação | Neuroinflamação | plexo coróide | proteínas juncionais | Neuropatologia

Resumo

A leishmaniose visceral (LV) é uma doença que causa manifestações clínicas variadas em cães, que podem apresentar desde alterações subclínicas a desordens generalizadas. Cães infectados cronicamente podem apresentar déficits neurológicos; entretanto existem poucos relatos que caracterizam as lesões observadas e que contribuem para elucidar a patogenia da forma neurológica da LV. Há evidências de inflamação no encéfalo desses cães pela observação de infiltração de linfócitos T, ativação das células da glia, alterações degenerativas de neurônios, presença de enzimas do grupo das metaloproteinases da matriz, bem como meningite e coroidite. O plexo coroide forma uma importante interface entre o LCR e o sistema periférico vascular, e é uma estrutura com potencial para permitir a passagem de células inflamatórias no CNS além de servir como fonte de mediadores inflamatórios durante várias doenças. Em continuidade a projetos anteriores onde os objetivos foram descrever e quantificar as lesões inflamatórias encefálicas em cães com LV e investigar os mecanismos envolvidos na sua ocorrência, propomos avaliar a participação do plexo coroide, mensurando a expressão de m-RNA para citocinas e quimiocinas com atividade pró-inflamatória, além de observar a integridade das proteínas juncionais da barreira hematoliquórica.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SILVA, José Eduardo dos Santos. Investigação de fatores pró-inflamatórios no plexo coroide de cães com leishmaniose visceral. 2017. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista (Unesp). Faculdade de Medicina Veterinária. Araçatuba Araçatuba.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.