Busca avançada
Ano de início
Entree

Contribuições do método de apoio institucional paideia para a cogestão de redes de atenção à saúde no sus

Processo: 13/22228-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2014
Vigência (Término): 30 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Gastão Wagner de Sousa Campos
Beneficiário:Daniele Sacardo Nigro
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Regionalização   Política de saúde   Sistemas de saúde

Resumo

Desde sua criação, amplo investimento tem se voltado à construção de dispositivos normativos que confiram legitimidade ao SUS, mediante a promulgação de leis, normas e portarias que regulamentam a política sanitária. O Apoio Paideia (Campos 1999; 2000; 2003) tem sido incorporado às políticas públicas de saúde no Brasil principalmente sob a forma do Apoio Institucional e do Apoio Matricial. Trata-se de um método para a cogestão do trabalho e de redes sociais que advoga a democracia institucional, sugere espaços coletivos e o compartilhamento de poder. Esse projeto tem como objetivo geral investigar a institucionalização de mecanismos de gestão compartilhada ou cogestão no SUS nos municípios de Campinas, Curitiba e Uberlândia. Por meio da metodologia pesquisa-intervenção pretende-se produzir conhecimentos e promover processos de educação permanente em saúde valendo-se de uma base empírica a ser desenvolvida durante o Curso de Especialização em Gestão de Serviços de Saúde. A produção do material empírico ocorrerá em duas etapas: exploratória e "pesquisa intervenção tipo Apoio" e serão utilizadas as técnicas: a) Questionário; b) Observação participante; c) Entrevistas semi-estruturadas; d) Grupos Focais. Para a interpretação e análise dos dados, será utilizada a abordagem narrativa (Ricoeur, 1997). O processo de pesquisa pretende subsidiar a reorganização do modelo de gestão das redes de atenção à saúde nos municípios investigados, propor mudanças nos processos de trabalho dos sujeitos participantes da intervenção - gestores e profissionais do SUS-, e identificar possíveis generalizações para outros contextos brasileiros.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)