Busca avançada
Ano de início
Entree

Recursos Conversacionais para a Clínica Ampliada com Famílias em Saúde Mental

Processo: 13/15185-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2014
Vigência (Término): 30 de abril de 2017
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Tratamento e Prevenção Psicológica
Pesquisador responsável:Carla Guanaes Lorenzi
Beneficiário:Pedro Pablo Sampaio Martins
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/11483-8 - Recursos para o trabalho terapêutico com famílias no cuidado em saúde mental no Brasil, BE.EP.DR
Assunto(s):Terapia familiar   Clínica ampliada   Saúde mental   Terapêutica   Família

Resumo

Atualmente, o debate sobre o cuidado em saúde mental valoriza a participação da família no tratamento e procura por alternativas de atenção psicossocial aos familiares de pacientes atendidos nos serviços. Acrescentando ao debate os desafios da aproximação da clínica à saúde pública, o conceito de clínica ampliada surge, associando a noção de subjetividade à de cidadania e enfatizando a importância de lidar com a singularidade de cada situação concreta como parte de contextos e relações sociais. Considerando a terapia familiar como opção para este cuidado, em revisão da literatura foi possível notar a existência de uma lacuna entre a prática clínica e a produção de pesquisas neste campo. Em consonância com estas preocupações, existe em um Hospital-Dia de Psiquiatria um Programa de Assistência Familiar, onde sessões de terapia familiar são oferecidas como parte do tratamento. Neste contexto, este projeto tem como objetivo analisar a aproximação de uma prática de terapia familiar à noção de clínica ampliada no cuidado em saúde mental. Especificamente, visa compreender o processo de produção de sentidos nesta prática; e descrever quais aspectos deste processo terapêutico se aproximam e se distanciam de uma clínica ampliada. Para isto, os atendimentos em terapia familiar de duas a quatro famílias, que acontecem em sua participação no tratamento na instituição, serão acompanhados. Estas sessões serão gravadas em áudio e transcritas integralmente. Notas de campo auxiliares serão realizadas. A análise da produção de sentidos nas práticas discursivas será desenvolvida com base no movimento construcionista social em Psicologia. Esta pesquisa poderá contribuir para a elaboração da terapia familiar como recurso psicossocial para o cuidado em saúde mental.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SAMPAIO MARTINS, PEDRO PABLO; MCNAMEE, SHEILA; GUANAES-LORENZI, CARLA. Conversational Resources for Clinical Practice with Families: Social Construction in Action. AUSTRALIAN AND NEW ZEALAND JOURNAL OF FAMILY THERAPY, v. 38, n. 3, p. 433-445, . (13/15185-6, 15/11483-8)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MARTINS, Pedro Pablo Sampaio. Recursos conversacionais para a clínica ampliada com famílias em saúde mental. 2017. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (PCARP/BC) Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.