Busca avançada
Ano de início
Entree

Pesquisa de Toxoplasma gondii em pinguins-de-Magalhães (Spheniscus magallanicus) no estado do Espírito Santo

Processo: 13/25303-6
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2014
Vigência (Término): 31 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Solange Maria Gennari
Beneficiário:Igor da Cunha Lima Acosta
Instituição Sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças parasitárias   Toxoplasmose   Aves silvestres   Pinguim-de-Magalhães   Isolamento de micro-organismos
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Aves silvestres | isolamento | Pinguin-de-Magalhães | toxoplasmose | Doenças Parasitárias

Resumo

Toxoplasma gondii é um parasito intracelular obrigatório, com distribuição geográfica cosmopolita, capaz de infectar uma ampla variedade de mamíferos e aves, inclusive o homem, caracterizando seu potencial zoonótico. Estudos da ocorrência sorológica de anticorpos anti- T. gondii em aves no Brasil já foram realizados em: avestruz ema, em aves da família Cracídea e passeriformes. Poucos dados estão disponíveis na literatura sobre qual é o perfil genético de T. gondii circulante em vida selvagem no Brasil e na América do Sul, portanto, existe a necessidade da realização de mais estudos sobre o perfil genotípico dos isolados de T. gondii dos animais selvagens. Os pinguins pertencem à ordem Sphenisciformes e a família Spheniscidae são aves marinhas que vivem em colônias habitam no Atlântico abundante em águas temperadas e sua população mundial e estimada em 1.300.000 pares de reprodutores. Apesar disso, as duas maiores colônias da Argentina vêm passando por acentuada diminuição nas últimas décadas. Desde 2006, a quantidade de pinguins que chegam ao litoral do Espírito Santo tem aumentado significativamente. Os pinguins para chegarem da Patagônia até o Espírito Santo percorrem uma distância de 3,5 mil quilômetros. Pouco se sabe sobre a infecção de T. gondii em pinguins, existindo apenas um estudo com imunohistoquímica em pinguim-azul (Eudyptula minor) e outro estudo na Ilha de Galápagos relacionada aos pinguins de galápagos (Spheniscus mendiculus) com detecção de anticorpos anti-T. gondii. No Espírito Santo, os pinguins-de-Magalhães são encontrados praticamente em toda costa litorânea. Em 2012, foram registrados pelo Instituto de Pesquisa e Reabilitação de Animais Marinhos (IPRAM) uma grande quantidade de encalhamento nos municípios de Aracruz, Linhares, Vila Velha, Guarapari e Anchieta. Portanto, o presente projeto tem como objetivo conhecer o perfil epidemiológico da toxoplasmose em pinguins-de-magalhães (Spheniscus magallanicus), através de caracterização biológica e genotípica de T. gondii a partir de amostras de tecidos dos indivíduos naturalmente infectados, que venham a óbito após encalhe nas praias do Espírito Santo.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ACOSTA, IGOR CUNHA LIMA; SOARES, RODRIGO MARTINS; PEREIRA MAYORGA, LUIS FELIPE SILVA; ALVES, BRUNE FARIAS; SOARES, HERBERT SOUSA; GENNARI, SOLANGE MARIA. Occurrence of tissue cyst forming coccidia in Magellanic penguins (Spheniscus magellanicus) rescued on the coast of Brazil. PLoS One, v. 13, n. 12, . (13/25303-6)
ACOSTA, I. C. L.; SOUZA-FILHO, A. F.; MUNOZ-LEAL, S.; SOARES, H. S.; HEINEMANN, M. B.; MORENO, L.; GONZALEZ-ACUNA, D.; GENNARI, S. M.. Evaluation of antibodies against Toxoplasma gondii and Leptospira spp. in Magellanic penguins (Spheniscus magellanicus) on Magdalena Island, Chile. VETERINARY PARASITOLOGY- REGIONAL STUDIES AND REPORTS, v. 16, p. 4-pg., . (13/25303-6)
MURIOZ-LEAL, SEBASTIAN; CLEMES, YARA S.; LOPES, MARCOS G.; ACOSTA, IGOR C. L.; SERPA, MARIA CAROLINA A.; MAYORGA, LUIS FELIPE S. P.; GENNARI, SOLANGE M.; GONZALEZ-ACUNA, DANIEL; LABRUNA, MARCELO B.. Novel Ehrlichia sp. detected in Magellanic penguins (Sphenicus magellanicus) and in the seabird tick Ixodes uriae from Magdalena Island, southern Chile. TICKS AND TICK-BORNE DISEASES, v. 10, n. 6, . (13/25303-6)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ACOSTA, Igor da Cunha Lima. Pesquisa de coccídios da família Sarcocystidae em pinguins-de-magalhães (Spheniscus magellanicus) encalhados na costa brasileira. 2017. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ/SBD) São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.