Busca avançada
Ano de início
Entree

Aplicação da técnica de DNA barcoding no estudo da diversidade da ordem Halymeniales (Rhodophyta) na costa brasileira

Processo: 13/25409-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 23 de abril de 2014
Vigência (Término): 22 de outubro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Taxonomia Vegetal
Pesquisador responsável:Mariana Cabral de Oliveira
Beneficiário:Carolina Angélica Araújo de Azevedo
Supervisor no Exterior: Gary W. Saunders
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of New Brunswick, Fredericton (UNB Fredericton), Canadá  
Vinculado à bolsa:11/19225-7 - Diversidade e filogenia da ordem Halymeniales (Rhodophyta) no litoral do Brasil, BP.DR
Assunto(s):Código de barras de DNA taxonômico   Rhodophyta

Resumo

Os organismos da ordem Halymeniales (Rhodophyta) apresentam grande importância ecológica e econômica como produtores primários e produtores de compostos bioativos. A ordem exibe taxonomia problemática, com registros de identificações equivocadas e mudanças nomenclaturais. Para complementar a taxonomia morfológica, tem sido proposta a técnica de taxonomia alfa com auxílio da biologia molecular, incluindo o uso de "DNA barcodes". A técnica de "DNA barcoding" consiste na utilização de regiões genômicas curtas padronizadas associadas a entidades taxonômicas, e é considerada uma ferramenta útil para estudos taxonômicos de curto prazo. Considerando a carência de estudos sobre a sistemática de Halymeniales no Brasil, a diversidade do grupo provavelmente está subestimada. Nesse contexto, este estudo tem como objetivo investigar a diversidade dessas algas ao longo da costa brasileira, de forma a contribuir para o conhecimento da flora marinha nativa. Para isso, sequências de COI-5P (marcador principal) e rbcL-3P (marcador secundário) serão geradas e comparadas a outros marcadores moleculares. Por fim, os produtos das análises moleculares, assim como as divergências interespecíficas e intraespecíficas, serão comparados a dados morfológicos para verificar a diversidade de espécies da ordem no Brasil. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)