Busca avançada
Ano de início
Entree

Fatores de virulência e diversidade intraclonal de isolados clínicos de Klebsiella pneumoniae e Escherichia coli produtoras de ESBL e carbapenemases

Processo: 13/26188-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2014
Vigência (Término): 30 de abril de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Ana Lúcia da Costa Darini
Beneficiário:Leonardo Neves de Andrade
Supervisor no Exterior: Luísa Maria Sobreira Vieira Peixe
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa: Universidade do Porto (UP), Portugal  
Vinculado à bolsa:11/08892-2 - Investigação molecular de linhagens de Klebsiella pneumoniae e plasmídeos carreando genes codificadores de beta-lactamases, BP.PD
Assunto(s):Fatores de virulência   Farmacorresistência bacteriana   Klebsiella pneumoniae   Escherichia coli

Resumo

A associação de vantagens adaptativas como a resistência a agentes antimicrobianos e virulência é um quadro complexo no tratamento de infecções bacterianas. Atualmente, clones ou complexos clonais de alto risco (HiRCC) são responsáveis pela disseminação internacional de determinantes de resistentes a antibióticos e/ou virulência, contribuindo para o aumento de morbidade e mortalidade em todo o mundo. Além disso, a demora para detectar um microorganismo (e as vantagens adaptativas) também contribui para o atraso na intervenção médica precisa. O objetivo global deste estudo é caracterizar clones ou variantes clonais e/ou plasmídeos de K. pneumoniae e E. coli extra-intestinais produtoras de ESBL e carbapenemase com crescente epidemicidade e potencial patogênico circulando em hospitais do Brasil. Para isso, vamos estudar bactérias identificadas a partir de pacientes hospitalizados em quatro grandes e representativos hospitais do nordeste do Estado de São Paulo em 2012. A caracterização incluirá a avaliação das relações filogenéticas entre isolados de mesma espécie, a investigação do potencial de virulência (incluindo conteúdo genético de virulência e tipos capsulares) e a capacidade in vitro de formação de biofilme. Além disso, será explorada a capacidade de tecnologias de elevado rendimento para a identificação/discriminação de clones, resistência a antibióticos e/ou genes de virulência. O conhecimento do conteúdo de fatores de virulência e o potencial patogênico de K. pneumoniae e E. coli extra-intestinais produtoras de ESBL e carbapenemase contribui para uma melhor compreensão da colonização bacteriana, patogenicidade e persistência, desse modo, pode fornecer ferramentas para uma maior eficácia no tratamento de infecções bacterianas, melhorando as medidas de controle de infecção e decisões de antibioticoterapia. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ANDRADE, LEONARDO NEVES; NOVAIS, ANGELA; MARCATO STEGANI, LENITA MARIA; FERREIRA, JOSEANE CRISTINA; RODRIGUES, CARLA; COSTA DARINI, ANA LUCIA; PEIXE, LUISA. Virulence genes, capsular and plasmid types of multidrug-resistant CTXM(-2,-8,-15) and KPC-2-producing Klebsiella pneumoniae isolates from four major hospitals in Brazil. DIAGNOSTIC MICROBIOLOGY AND INFECTIOUS DISEASE, v. 91, n. 2, p. 164-168, . (12/14740-3, 11/08892-2, 13/26188-6)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.