Busca avançada
Ano de início
Entree

Morfobiometria, constituição pigmentar, cito-imunoistoquímica de melanomacrófagos e centros de melanomacrófagos de Oreochromis niloticus inoculados com Aeromonas hydrophila e Mycobacterium marinum e expressão de receptores de membrana de fagócitos in vitr

Processo: 13/01838-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2014
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:Flávio Ruas de Moraes
Beneficiário:Wilson Gómez Manrique
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Centro germinativo   Fagocitose   Hematopoiese   Imunidade

Resumo

Os centros de melanomacrófagos (CMMs) são agrupamentos de células que contêm pigmentos, geralmente encontradas em maior escala dentro do retículo endotelial na matriz dos tecidos hematopoiéticos e em menor escala na submucosa do intestino, timo, brânquias, cérebro e gônadas de peixes teleósteos. O surgimento destas estruturas está relacionada a vários fatores e condições, como órgão, idade, condição nutricional, condições anatomopatológicas, assim como em alterações ambientais. Os estudos realizados para entender a formação e função dos CMMs, ainda não são suficientes, pois existem controvérsias e lacunas principalmente no que tange à sua formação e função. Estas estruturas são utilizadas em muitas ocasiões como bioindicador de impacto ambiental, assim como para avaliação do estado de higidez do animal, encontrando-se muitas divergências metodológicas. Esta proposta pretende dar continuidade à linha de pesquisa sobre o estudo comparado de CMMs e melanomacrófagos (MMs) de Oreochromis niloticus inoculados com Aeromonas hydrophila ou Mycobacterium marinum e avaliar o número e área de CMMS, bem como sua constituição pigmentar, descrição ultra-estrutural, expressão de receptores de membrana mediante o uso de imunoistoquímica e imunocitoquimica, além de avaliar a formação de MMs e sua capacidade fagocítica in vitro aos estímulos com A. hydrophila, M. marinum e melanina natural. Ao final deste estudo espera-se contribuir para esclarecimentos sobre a formação morfobiométrica e funcional dos CMMs e MMs, assim como demonstrar os receptores de membrana que possam ser expressos em fagócitos quando experimentalmente estimulados por bactérias in vivo e in vitro.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MANRIQUE, WILSON GOMEZ; PEREIRA FIGUEIREDO, MAYRA ARAGUAIA; CHARLIE-SILVA, IVES; DE ANDRADE BELO, MARCO ANTONIO; DIB, CRISTINA CORSI. Spleen melanomacrophage centers response of Nile tilapia during Aeromanas hydrophila and Mycobacterium marinum infections. FISH & SHELLFISH IMMUNOLOGY, v. 95, p. 514-518, DEC 2019. Citações Web of Science: 0.
MANRIQUE, WILSON GOMEZ; PEREIRA FIGUEIREDO, MAYRA ARAGUAIA; ANTONIO DE ANDRADE BELO, MARCO; MARTINS, MAURICIO LATERCA; DE MORAES, FLAVIO RUAS. First report of Myxobolus sp infection in the skeletal muscle of Neotropical freshwater fish Piaractus mesopotamicus. Parasitology Research, v. 114, n. 5, p. 2041-2044, MAY 2015. Citações Web of Science: 6.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.