Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos sinergísticos entre Nosema sp. e o inseticida imidacloprido sobre abelhas Apis mellifera africanizadas

Processo: 13/09555-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Zoologia Aplicada
Pesquisador responsável:Osmar Malaspina
Beneficiário:Hellen Maria Soares Lima
Instituição-sede: Centro de Estudos de Insetos Sociais (CEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/50197-2 - Ação de produtos empregados no cultivo da cana-de-açúcar sobre organismos não alvos, AP.BIOEN.TEM
Assunto(s):Actinas   Patógenos

Resumo

Em todo o mundo o declínio de colônias de Apis mellifera é motivo de preocupação e este fenômeno, denominado de distúrbio do colapso de colônias (CCD), tem sido atribuído à infecção das colônias por Nosema ceranae e também à ação de inseticidas. Nosema apis e N. ceranae são microsporídios endoparasitas encontrados, principalmente, no ventrículo de abelhas infectadas. Foi demonstrado que a interação entre N. apis, N. ceranae e o inseticida imidacloprido aumentou a taxa de mortalidade das abelhas e enfraqueceu as colônias. O imidacloprido é agonista da acetilcolina e age nos receptores nicotínicos de acetilcolina dos insetos provocando, em doses subletais, deficiência na aprendizagem e na formação de memória, resultado das alterações morfofisiológicas causadas pelo mesmo. Este trabalho tem como objetivo analisar os possíveis efeitos sinergísticos entre N. ceranae e o imidacloprido sobre os corpos pedunculados do sistema nervoso, estruturas alvo deste inseticida, e sobre o ventrículo, reservatório dos esporos do microsporídio em questão e região envolvida com a metabolização de inseticidas quando estes são ingeridos. Dessa forma, operárias recém-emergidas de A. mellifera africanizadas serão expostas ao microsporídio N. ceranae e/ou tratadas cronicamente com imidacloprido. Posteriormente, as abelhas serão dissecadas e os tecidos processados para análise em microscopia de luz e microscopia confocal.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
AZEVEDO, PATRICIA; BUTOLO, NICOLE PAVAN; DE ALENCAR, LUCIANO DELMONDES; SOARES-LIMA, HELLEN MARIA; SALES, VICTOR RIBEIRO; MALASPINA, OSMAR; FERREIRA NOCELLI, ROBERTA CORNELIO. Standardization of in vitro nervous tissue culture for honeybee: A high specificity toxicological approach. ECOTOXICOLOGY AND ENVIRONMENTAL SAFETY, v. 189, . (14/12488-0, 13/09555-5, 17/21097-3)
GRELLA, TATIANE CAROLINE; SOARES-LIMA, HELLEN MARIA; MALASPINA, OSMAR; FERREIRA NOCELLI, ROBERTA CORNELIO. Semi-quantitative analysis of morphological changes in bee tissues: A toxicological approach. Chemosphere, v. 236, . (14/12488-0, 13/09555-5, 17/21097-3)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
LIMA, Hellen Maria Soares. Efeitos combinados de Nosema ceranae e do inseticida imidacloprido sobre abelhas Apis mellifera africanizada. 2017. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista (Unesp).

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.