Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da expressão de proteínas envolvidas na biogênese de vesículas extracelulares em melanomas humanos

Processo: 13/18733-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2013
Vigência (Término): 31 de agosto de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biologia Geral
Pesquisador responsável:Vilma Regina Martins
Beneficiário:Juliana Rocha Belmiro Batista
Instituição-sede: A C Camargo Cancer Center. Fundação Antonio Prudente (FAP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Melanoma   Vesículas extracelulares   Expressão de proteínas   Proliferação celular

Resumo

Os tumores de pele são os tipos de cânceres mais comuns, sendo os melanomas a principal causa de morte entre eles. A progressão do câncer envolve a capacidade das células tumorais de se comunicarem com seu microambiente. Esta comunicação pode se dar através de vesículas extracelulares capazes de participar na transferência horizontal de proteínas de sinalização e RNAs (microRNAs e mRNAs) entre as células tumorais e as células do microambiente tumoral contribuindo para o processo de invasão. É sabido que tumores primários metastáticos secretam vesículas que atuam sobre progenitores hematopoiéticos da medula óssea. Sob a ação dessas vesículas, populações específicas da medula óssea passam a dirigir-se aos futuros sítios de formação de metástases comuns ao tipo tumoral. Entre os tipos mais importantes de vesículas extracelulares liberadas pelas células estão os exossomos. Uma série de proteínas está envolvida no processo de formação e secreção de exossomos e podem correlacionar-se com características patológicas e clínicas dos tumores. O objetivo do presente projeto será avaliar a expressão de proteínas envolvidas no processo de formação dessas vesículas em tissue microarrays, correlacionando estes dados com a proliferação, a invasão nesses tumores e também com os dados clínico-patológicos dos pacientes. Em paralelo será analisado o perfil das vesículas extracelulares oriundas do plasma de indivíduos portadores de melanoma (I à IV), comparando o número de vesículas bem como sua carga proteica, buscando uma correlação entre a quantidade proteica e o perfil das vesículas secretadas com o perfil de crescimento do tumor primário e formação de metástases.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)