Busca avançada
Ano de início
Entree

Escitalopram e Estimulação Transcraniana por Corrente Contínua no Transtorno Depressivo maior: Um Ensaio Clínico Randomizado, Duplo-cego, Placebo-controlado de Não-inferioridade.

Processo: 13/19566-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2013
Vigência (Término): 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Andre Russowsky Brunoni
Beneficiário:Marina Lopes Moreno
Instituição-sede: Hospital Universitário (HU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/20911-5 - Escitalopram e estimulação transcraniana por corrente contínua no transtorno depressivo maior: um ensaio clínico randomizado, duplo-cego, placebo-controlado de não-inferioridade, AP.JP
Assunto(s):Neuroimagem   Citalopram   Estimulação magnética transcraniana   Transtorno depressivo maior

Resumo

A proposta desta bolsa de IC é investigar, em 20 pacientes com depressão e 20 sujeitos saudáveis, os efeitos de uma única sessão de ETCC no processamento cognitivo e afetivo. A depressão apresenta uma relativa hipoatividade funcional do córtex dorsolateral pré-frontal esquerdo e assimetria pré-frontal 120-122. Este mesmo padrão de assimetria ocorre no córtex motor 123 e correlaciona-se com dados observados em indivíduos saudáveis, nos quais há uma lateralização do processamento afetivo, sendo que a o córtex DL pré-frontal esquerdo processa afetos positivos e o DL pré-frontal direito, afetos negativos 124. A assimetria pré-frontal da depressão pode explicar fenômenos como a maior ativação, em deprimidos, de áreas do hemisfério direito para estímulos negativos 125, o maior viés atentivo para palavras negativas, em testes de Stroop Emocional 126, a menor distinção entre afetos positivos e negativos em testes vai/não-vai 127, uma ausência de viés a afetos positivos, que geralmente controles saudáveis apresentam 128 e outros achados que, em conjunto, sugerem que deprimidos reagem preferencialmente a afetos negativos do que a positivos 125,129,130. Os testes neuropsicológicos computadorizados são um instrumento útil para avaliação das funções executivas no deprimido. Neste projeto de Iniciação Científica, utilizaremos o software E-prime, que será instalado em um notebook. O paciente sentará a uma distância de 50 cm da tela do computador onde serão apresentados os estímulos visuais. Para todos os testes, as respostas consistem no tempo de resposta em apertar a barra de espaço ou não apertar a barra. Os participantes serão instruídos a manter 4 dedos da mão direita sobre a barra e que devem responder o mais rapidamente possível, porém evitando cometer erros. Todos os testes serão precedidos de uma sessão de familiarização para diminuir vieses decorrentes da sua curva de aprendizado. Utilizaremos os testes (1) n-back, um teste que avalia memória operacional em que o sujeito deve identificar a mesma letra apresentada a n posições atrás (no caso, n=2); (2) teste afetivo vai/não-vai em que serão projetadas sucessivamente imagens positivas, negativas e neutras, com intervalo inter-estímulos de 1200 ms. Os participantes serão instruídos a sucessivamente responder a imagens neutras, imagens com valência afetivas, imagens neutras e imagens com valência afetiva em 4 blocos distintos, sendo que a ordem dos blocos positivos e negativos (valência afetiva) será pseudo-randomizada para contrabalançar possíveis efeitos de contaminação afetiva entre os blocos. Desta maneira, os participantes terão que sucessivamente responder ou evitar a resposta a estímulos positivos e negativos; (3) o IST (Internal Shift Task), que consiste na apresentação de imagens de faces, que variam de acordo com o gênero e valência afetiva (tristeza, alegria). Durante o teste, o sujeito deve identificar e apontar se, para cada imagem apresentada, houve mudança de gênero e/ou de afeto 118 e o (4) CECT (Cued Emotional Control Task) que pede para que o participante identifique a emoção (positiva ou negativa) apresentada na tela (rostos alegres ou tristes). No entanto, antes da apresentação da imagem fornece-se uma pista ("igual" ou "oposto") ao sujeito, indicando se o sujeito deve escolher a palavra com emoção "igual" ou "oposta" ao rosto. Estes testes avaliam processamento cognitivo "puro" (memória operacional) e afetivo (os demais), funções que encontram-se alteradas na depressão e que podem modificar-se durante o tratamento do episódio depressivo. Nosso grupo apresentou resultados preliminares com o uso de uma única sessão de ETCC para modificar o desempenho dos testes neuropsicológicos 131,132, porém algumas questões metodológicas (notadamente, a ausência de um grupo controle) limitaram a generalização destes achados

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BRUNONI, ANDRE RUSSOWSKY; SAMPAIO-JUNIOR, BERNARDO; MOFFA, ADRIANO HENRIQUE; BORRIONE, LUCAS; NOGUEIRA, BARBARA SCHWAIR; MAROTTI APARICIO, LUANA VANESSA; VERONEZI, BEATRIZ; MORENO, MARINA; FERNANDES, RAQUEL ALBANO; TAVARES, DIEGO; SILVEIRA BUENO, PRISCILA VILELA; SEIBT, OLE; BIKSON, MAROM; FRAGUAS, RENERIO; BENSENOR, ISABELA MARTINS. The Escitalopram versus Electric Current Therapy for Treating Depression Clinical Study (ELECT-TDCS): rationale and study design of a non-inferiority, triple-arm, placebo-controlled clinical trial. São Paulo Medical Journal, v. 133, n. 3, p. 252-263, MAY-JUN 2015. Citações Web of Science: 19.
MORENO, MARINA L.; VANDERHASSELT, MARIE-ANNE; CARVALHO, ANDRE F.; MOFFA, ADRIANO H.; LOTUFO, PAULO A.; BENSENOR, ISABELA M.; BRUNONI, ANDRE R. Effects of acute transcranial direct current stimulation in hot and cold working memory tasks in healthy and depressed subjects. Neuroscience Letters, v. 591, p. 126-131, MAR 30 2015. Citações Web of Science: 19.
TORTELLA, GABRIEL; SELINGARDI, PRISCILA M. L.; MORENO, MARINA L.; VERONEZI, BEATRIZ P.; BRUNONI, ANDRE R. Does Non-Invasive Brain Stimulation Improve Cognition in Major Depressive Disorder? A Systematic Review. CNS & Neurological Disorders-Drug Targets, v. 13, n. 10, p. 1759-1769, 2014. Citações Web of Science: 21.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.