Busca avançada
Ano de início
Entree

Modulação da barreira epitelial mediada pelas junções de oclusão em linhagens celulares epiteliais: efeito da exposição a nutrientes (glicose e ácido palmítico), à insulina, e à microflora bacteriana de animais pré-diabéticos

Processo: 13/16662-2
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2013
Vigência (Término): 30 de setembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Histologia
Pesquisador responsável:Carla Beatriz Collares Buzato
Beneficiário:Leandro Pereira Canuto
Instituição Sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Diabetes mellitus tipo 2   Cultura de células   Fenômenos fisiológicos celulares   Imuno-histoquímica   Western blotting
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:barreira epitelial | cultura celular | Diabetes tipo 2 | Junção de oclusão | Fisiologia Celular

Resumo

Estudos recentes sugerem uma possível repercussão do comprometimento da barreira epitelial intestinal na ocorrência e desenvolvimento da diabetes melito, porém a maior parte das evidências encontradas fazem referência à diabetes do tipo 1. Já quanto à interrelação da função da barreira epitelial intestinal e a diabetes tipo 2, os estudos são mais escassos e as evidências, principalmente clínicas. Como objetivos gerais, este projeto visa: 1) investigar a possível modulação da barreira epitelial e junções de oclusão de linhagens celulares estabelecidas como a Caco-2 (células de adenocarcinoma coloretal humano) e MDCK (derivadas das células tubulares renais caninas) pela exposição in vitro à glicose, ao ácido palmítico, à insulina e microflora bacteriana, componentes que fazem parte da dieta hiperlipídica/hipercalórica, utilizada em modelo animal de diabetes tipo 2, e/ou estão alterados sistemicamente no indivíduo pré-diabético; 2) avaliar os possíveis mecanismos intracelulares envolvidos no comprometimento das junções de oclusão dessas linhagens nestas condições experimentais. Para análise da função de integridade da barreira epitelial e estrutura/bioquímica da JO serão empregados métodos eletrofisiológicos/bioquímicos (medida de resistência elétrica transepitelial e de fluxo transepitelial de marcadores extracelulares), de imunocitoquímica e Western Blot (para localização celular e determinação do conteúdo celular, respectivamente, de algumas proteínas da junção de oclusão, tais como claudinas 1 e 2, ocludina, e ZO-1). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)