Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da terapia laser de baixa intensidade no desempenho muscular isocinético em mulheres idosas

Processo: 13/05460-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2013
Vigência (Término): 31 de março de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Ana Claudia Muniz Renno
Beneficiário:Patrícia Gabrielli Vassão Alves Arakaki
Instituição Sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Assunto(s):Fadiga muscular   Idosos   Eletromiografia de superfície   Torque
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:eletromiografia de superfície | Fadiga muscular | idoso | Terapia laser de baixa potência | torque | Ortopedia e eletroterapia

Resumo

O envelhecimento envolve diversas alterações estruturais e funcionais do corpo que levam ao declínio da função muscular, particularmente no sexo feminino. Dentro deste contexto, o fortalecimento muscular é um importante recurso tanto na prevenção quanto no tratamento na população idosa e pode ser reduzido pela fadiga muscular precoce. O laser de baixa intensidade (LLLT) demonstra ser um recurso capaz de reduzir a fadiga muscular. Assim, o objetivo deste estudo é analisar a influência da LLLT no desempenho muscular do quadríceps femoral de idosas submetidos a um programa de fortalecimento muscular. Para isso, 78 idosas serão aleatoriamente distribuídos em 3 grupos: grupo treinamento muscular associado a irradiação laser placebo (n=26); grupo treinamento muscular associado à irradiação laser ativa (n=26) e grupo controle (n=26). A análise da fadiga muscular periférica será realizada através da eletromiografia de superfície e de desempenho muscular isocinético, análise de marcadores sanguíneos e dos valores de carga obtidos em cada reavaliação da 1-Repetição Máxima (1-RM). O treinamento de força terá duração de 8 semanas e o fortalecimento do quadríceps femoral será feito em cadeira extensora. O LLLT será realizado após cada sessão de treinamento ao longo do músculo quadríceps do membro dominante. Antes da primeira, depois da última sessão de treinamento e 24 horas após esta sessão a atividade eletromiográfica do músculo do quadríceps femoral e a coleta de amostras sanguíneas serão feitas pós-protocolo de exercício em isoconético. A normalidade em termos de distribuição da amostra será averiguada para a escolha de testes estatísticos apropriados. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)