Busca avançada
Ano de início
Entree

Ai Weiwei: criação e destruição na China contemporânea

Processo: 13/13718-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2013
Vigência (Término): 31 de agosto de 2014
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Fundamentos e Crítica das Artes
Pesquisador responsável:Vera Maria Pallamin
Beneficiário:Claudia Kim Kim
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Arte contemporânea   Criação artística   Política e governo

Resumo

Este projeto de pesquisa tem como objeto de estudo a coletânea de obras do artista chinês dissidente Ai Weiwei (1957-), destacando-se suas relações com a dialética entre criação/destruição que vem se processando no quadro cultural da China contemporânea. O artista tem chamado a atenção ao criar indagações profícuas nos campos da arquitetura, paisagem, cultura e arte no contexto da projeção mundial chinesa e, sempre confrontando as condições sociais de seu país, Ai Weiwei mostra várias facetas através de sua criação visual, permeada de contradições e ambiguidade. Esta pesquisa objetiva analisar, portanto, essa multiplicidade artística e a linha de pensamento que conecta toda a sua obra, dentro do clima contemporâneo da China. A importância desse estudo reside justamente no fato da sua arte levantar questões inerentes à sociedade, tanto oriental, quanto ocidental. Buscando entender o entrelaçamento entre arte e política, pretende-se decifrar a complexidade de sua produção e o seu papel como artista no cenário em que vive, permitindo discussões a partir da obra deste que já afirma a sua importância no terreno da arte contemporânea. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)