Busca avançada
Ano de início
Entree

Fissura e estratégias de manejo em usuários de crack e suas consequências para o tratamento no município de Santos

Processo: 12/12309-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2013
Vigência (Término): 31 de julho de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Adriana Marcassa Tucci
Beneficiário:Carolina de Toledo Piza Kleiner
Instituição-sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Assunto(s):Usuários de drogas   Drogas ilícitas   Cocaína crack   Comportamento aditivo   Santos (SP)

Resumo

O crack, com seu grande poder de dependência, tem sido uma ameaça à saúde pública em nosso país, pois gera problemas de ordem política, social e de saúde mental. Esses usuários ficam mais agressivos, normalmente devidos à fissura e aos sintomas paranoides que os acometem. A fissura é o desejo compulsivo por usar determinada substância que ocorre devido à presença de fatores psicológicos e fisiológicos, os quais dificultam a permanência do usuário em tratamentos e manutenção da abstinência. O presente estudo tem como objetivo conhecer e entender as estratégias utilizadas pelos usuários de crack para o manejo da fissura e compreender como eles a descrevem para possíveis auxílios em intervenções mais adequadas para essa população. O método a ser utilizado será de natureza qualitativa, no qual serão realizadas entrevistas em profundidade orientadas por um roteiro semidirigido com a finalidade de auxiliar na compreensão dos padrões de comportamento do usuário na presença da fissura e a cultura relacionada a esse sentimento. A amostra será composta por sujeitos de ambos os sexos e com idade igual ou superior a dezoito anos. A análise de dados compreenderá as seguintes etapas: leitura exaustiva das entrevistas, estabelecimento de categorias temáticas e cotejamento dos conteúdos das categorias com a literatura existente e referências teóricas que norteiam a pesquisa. Os sujeitos que concordarem em participar do estudo assinarão o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. O resultado deste estudo poderá auxiliar na implantação de novas formas de intervenção e tratamentos junto aos usuários de crack, fortalecendo uma política pública mais adequada para a questão das drogas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)