Busca avançada
Ano de início
Entree

Variações inter-populacionais no dimorfismo sexual e intra-sexual na tesourinha Labidura riparia (Dermaptera): uma abordagem macroecológica a padrões e processos

Processo: 12/23135-6
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia
Pesquisador responsável:Glauco Machado
Beneficiário:Solimary García Hernández
Instituição Sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Seleção sexual   Evolução animal   Caracteres sexuais   Reprodução animal   Macroecologia   Labidura riparia   Dermaptera
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:clima | Disponibilidade de recursos | Evolução | Macroecologia | plasticidade fenotípica | Seleção sexual | Ecologia evolutiva e comportamental

Resumo

O dimorfismo sexual corresponde às diferenças intra-específicas resultantes de diferentes pressões de seleção sobre os indivíduos de cada sexo. Quando a competição pelo acesso às fêmeas é intensa em uma população, é possível encontrar também dimorfismo intra-sexual nos machos. Em artrópodes, os dimorfismos sexual e intra-sexual se manifestam tanto no tamanho do corpo quanto no tamanho dos armamentos. Essas características são determinadas pela intensidade da competição e pela qualidade ou quantidade de alimento consumido pelos indivíduos durante o desenvolvimento. Portanto, o dimorfismo deve ser mais comum ou evidente em populações que vivem em climas quentes (tropicais) do que em populações que vivem em climas frios (temperados). Esse padrão deve aparecer porque em regiões com clima tropical a maior disponibilidade de recursos alimentares, além de prover recursos para o investimento em crescimento e armamento, proporciona uma estação reprodutiva mais longa, durante a qual a sincronia reprodutiva das fêmeas é menor e a competição entre machos pelo acesso as fêmeas receptivas é maior. Neste projeto, serão estudados os padrões e processos subjacentes às variações inter-populacionais no dimorfismo sexual e intra-sexual utilizando a tesourinha cosmopolita Labirura riparia (Dermaptera) como modelo de estudo. O primeiro objetivo será avaliar se a intensidade da seleção sexual é maior em áreas de clima tropical do que em áreas de clima temperado, realizando uma amostragem de várias populações ao longo da costa leste da América do Sul. O segundo objetivo será compreender, mediante experimentos de laboratório, se a disponibilidade de alimento é um dos mecanismos subjacentes à variação de características morfológicas sexualmente selecionadas. Com os dados obtidos em ambas as etapas do projeto será possível compreender pela primeira vez como a intensidade da seleção sexual atua em uma ampla escala geográfica. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
HERNÁNDEZ, Solimary García. Dimorfismo sexual na tesourinha Labidura xanthopus (Dermaptera): uma abordagem macro-ecológica a padrões e processos. 2015. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências (IBIOC/SB) São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.