Busca avançada
Ano de início
Entree

Virulência e resistência antifúngica de isolados de Trichosporon spp.

Processo: 13/07463-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 30 de abril de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Pesquisador responsável:Gustavo Henrique Goldman
Beneficiário:Marçal Mariné Mestres
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Modelos animais   Antifúngicos   Micologia

Resumo

Atributos de virulência e resistência antifúngica de isolados de Trichosporon spp. Introdução:Leveduras do gênero Trichosporon spp. são microorganismos oportunistas que causam uma grande variedade de infecções, como as superficiais incluindo piedra branca, infecções associadas à mucosa e infecções sistêmicas em pacientes imunocomprometidos. Nos últimos anos, o número de pacientes com infecções provocadas por espécies deste gênero aumentou substancialmente, principalmente, em casos de infecções sistêmicas, onde o prognóstico dos pacientes é muito ruim.As duas das espécies mais comuns do gênero Trichosporon isoladas em ambientes clínicos são Trichosporon asahii e Trichosporon asteroides. Trichosporon. asahii tem sido comumente associado a infecções profundas e a evolução clínica do paciente nestes casos é fatal. Já Trichosporon ateroides tem sido associado a infecções superficiais, mas também, em menor frequência, a infecções disseminadas. Antifúngicos tais como a anfotericina B, comumente empregados como terapia em infecções invasivas, não apresenta bons resultados no tratamento de infecções causadas por membros do género Trichosporon, incluindo as espécies mencionadas acima.Uma melhor compreensão dos mecanismos de virulência e a melhoria do arsenal terapêutico atual contra infecções causadas por estas espécies é uma necessidade urgente. A fim de desenvolver novas terapias antifúngicas mais eficazes, estudos elaborados in vitro e in vivo são necessários.A presente investigação tem por objetivos:-- Caracterizar a distribuição morfológica de elementos fúngicos tais como blastoconídios, artroconídios, pseudohifas e hifas de três estirpes de T. ashii e três de T. asteroides isoladas de pacientes com trichosporonosis invasiva, em diferentes meios de cultura e temperaturas com o intuito de preparar distintos inóculos a fim de serem testados posteriormente em diferentes ensaios, como segue abaixo. -- Estabelecer um modelo de infecção utilizando Galleria, a fim de verificar a virulência dessass seis cepas de Trichosporon.-- Desenvolver um modelo de infecção com camundongos imunossuprimidos e descrever a virulência das cepas mencionadas acima.-- Descrever o perfil de suscetibilidade antifúngico e testar a eficácia de diferentes tratamentos antifúngicos utilizando os modelos animais desenvolvidos para as espécies propostas.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)