Busca avançada
Ano de início
Entree

A iconografia dos 'livros de vestuário' cinquentistas na construção de identidades nacionais e a sua recepção

Processo: 13/04251-8
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2013
Vigência (Término): 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Fundamentos e Crítica das Artes
Pesquisador responsável:Luiz Cesar Marques Filho
Beneficiário:Larissa Sousa de Carvalho
Instituição Sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/13164-7 - Investigando o conceito de identidade nos livros de vestuário do Século XVI, BE.EP.DR
Assunto(s):História da arte   Renascimento   Identidade cultural   Século XVI
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Cesare Vecellio | Identidades | Livros de vestuário | Renascimento | Seculo XVI | História da Arte

Resumo

Durante o Cinquecento, sobretudo na segunda metade do século, houve o florescimento de publicações abordando os costumes e o vestuário das diversas regiões até então conhecidas, juntamente ao interesse de colecionar, mapear e organizar os artigos exóticos advindos das viagens exploratórias e cuidadosamente armazenados nos Gabinetes de Curiosidade ao redor da Europa. A presente pesquisa busca problematizar uma rede interligada de publicações, das quais doze foram selecionadas para um exame mais atento, uma vez que um repertório iconográfico foi criado a partir da repetição parcial desse conteúdo ao longo de três décadas, aproximadamente, e em localidades distintas. Propomos um mapeamento e uma análise reflexiva desses "atlas das aparências" (seu surgimento, o contexto, as características, a estrutura, as peculiaridades, os objetivos etc.) para, em seguida, averiguar, através principalmente de sua apreciação iconográfica, como alguns estereótipos nacionais e tipos sociais foram construídos ao longo desse século. Além disso, a repetição das imagens indica algo específico, uma vez que não são criações artísticas aleatórias, mas uma forte concepção que permanece ao longo dessas décadas para edificar identidades por meio dessa iconografia quase hegemônica (criação, aqui, de uma galeria das imagens analisadas através de um catálogo digital). Os costume books - "livros de vestuário", no português -, como ficaram conhecidos, são um meio para se compreender as dinâmicas sociais, políticas e estéticas da produção daquele tempo e a sua cultura material. Nosso estudo também contribuiria nesse sentido, já que diversas relações partem dessas publicações para o entendimento de um contexto mais amplo e rico (manifestações artísticas e o ambiente sócio-cultural do séc. XVI). Por fim, almejamos tratar da recepção desse conteúdo imagético e textual, ou seja, investigar a ressonância dessa iconografia em diversas regiões e temporalidades.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CARVALHO, Larissa Sousa de. Mapeando os livros de trajes do século XVI e a literatura de moda no Brasil. 2018. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Filosofia e Ciências Humanas Campinas, SP.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.