Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel das células Th17 e T reguladoras (Tregs) na imunomodulação de lesões periapicais experimentais

Processo: 13/05994-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Gustavo Pompermaier Garlet
Beneficiário:Carolina Fávaro Francisconi Mortari
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Lesões periapicais   Células Th17

Resumo

O estabelecimento, progressão e severidade das lesões periapicais crônicas, embora dependentes da presença de microrganismos patogênicos, são altamente influenciadas pela resposta imune e inflamatória do hospedeiro. Neste contexto, diferentes subtipos de linfócitos, tais como Th17 e Tregs (células T reguladoras), têm sido implicados na patogênese de tais lesões. Entretanto, tais associações não foram confirmadas por meio de estudos causa-efeito, permanecendo o papel dessas células na imunomodulação dessas lesões, assim como os mecanismos potencialmente envolvidos, desconhecidos. Assim, o objetivo desse projeto é investigar o papel das Tregs e Th17 em um modelo experimental de lesões periapicais em camundongos C57Bl/6 WT (Fukada, Silva et al. 2008; Garlet, Fukada et al. 2010; Aranha, Repeke et al. JEndond 2013), através da caracterização histomorfométrica e molecular das lesões frente ao tratamento com anticorpos anti-GITR (inibição das Tregs, Garlet et al. 2010), utilização de animais knockout para IL-17 (IL-17-KO com background genético C57Bl/6) e sua comparação com os animais WT não tratados. Serão utilizados como parâmetros a análise histopatológica e histomorfométrica, marcação e contagem de osteoclastos e análise do perfil de expressão gênica por Real-Time PCR Array de fatores envolvidos na destruição de tecidos moles e no processo de osteoclastogênese. A análise conjunta de tais dados, envolvendo suscetibilidade ou resistência das diferentes linhagens elucidará o papel das Tregs e células Th17 no desenvolvimento das doenças perirradiculares, e dos mecanismos envolvidos em sua regulação, favorecendo o entendimento da imunopatogênese das lesões e permitindo, assim, o desenvolvimento de novas estratégias para o diagnóstico e manejo clínico de tais patologias. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FRANCISCONI, CAROLINA FAVARO; VIEIRA, ANDREIA ESPINDOLA; BIGUETTI, CLAUDIA CRISTINA; GLOWACKI, ANDREW J.; FAVARO TROMBONE, ANA PAULA; LETRA, ARIADNE; SILVA, RENATO MENEZES; SFEIR, CHARLES S.; LITTLE, STEVEN R.; GARLET, GUSTAVO POMPERMAIER. Characterization of the Protective Role of Regulatory T Cells in Experimental Periapical Lesion Development and Their Chemoattraction Manipulation as a Therapeutic Tool. JOURNAL OF ENDODONTICS, v. 42, n. 1, p. 120-126, . (12/15133-3, 13/05994-4)
FRANCISCONI, C. F.; VIEIRA, A. E.; AZEVEDO, M. C. S.; TABANEZ, A. P.; FONSECA, A. C.; TROMBONE, A. P. F.; LETRA, A.; SILVA, R. M.; SFEIR, C. S.; LITTLE, S. R.; et al. RANKL Triggers Treg-Mediated Immunoregulation in Inflammatory Osteolysis. JOURNAL OF DENTAL RESEARCH, v. 97, n. 8, p. 917-927, . (12/15133-3, 15/24637-3, 13/05994-4)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MORTARI, Carolina Fávaro Francisconi. Papel das células Th17 e T reguladoras (TREGs) na imunomodulação de lesões periapicais experimentais. 2016. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB/SDB) Bauru.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.