Busca avançada
Ano de início
Entree

Biohidrogenação microbiana e o fluxo duodenal de ácidos graxos do rúmen em novilhos de corte suplementados com fontes lipídicas em dietas contendo glicerina

Processo: 12/23949-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Telma Teresinha Berchielli
Beneficiário:Arturo Samuel Gómez Insuasti
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/00060-8 - Balanço de gases de efeito estufa e estratégias de mitigação em pastos de Brachiaria submetidos a diferentes manejos, AP.TEM
Assunto(s):Nutrição de ruminantes   Novilhos   Digestão animal   Fermentação ruminal   Ácido linoleico   Proteína microbiana   Lipídeos

Resumo

No presente trabalho, será avaliado in vivo e in vitro, os efeitos de diferentes fontes de lipídios contendo glicerina para novilhos, sobre a eficiência da biohidrogenação ruminal e fluxo intestinal de ácidos graxos, fermentação e eficiência de síntese de proteína microbiana ruminal, consumo e digestibilidade aparente total da matéria seca e nutrientes, concentrações de parâmetros químicos sanguíneos, os balanço de energia e de nitrogênio. As dietas terão relação volumoso: concentrado de 30:70, contendo glicerina 100 g/kg MS e fontes lipídicas (soja grão, óleo de soja e gordura protegida) como teor de extrato etéreo de 50 g/kg MS e o volumoso será silagem de milho. No experimento in vivo, o alimento será fornecido a oito novilhos da raça Nelore, com peso médio de 480 kg e idade média de 30 meses, canulados no rúmen e duodeno. Serão realizados quatro períodos experimentais de 15 dias cada, sendo nove de adaptação e seis dias para as coletas. Os animais serão distribuídos em um delineamento com dois quadrados latinos 4x4 simultâneos. Para melhor controle das condições relacionadas ao processo de biohidrogenação que acontece no rúmen, será realizado também um ensaio in vitro, dispondo-se de líquido ruminal coletado dos mesmos animais submetidos às dietas experimentais. Para a incubação in vitro, serão utilizadas seis séries de cinco garrafas contendo líquido ruminal; em quatro séries de garrafas, será adicionado o substrato das dietas para cada tratamento, e outros dois grupos será adicionado substrato da dieta controle mais a adição, em forma individual, dos ácidos linoleico e linolênico, em um total de 6 tratamentos. O delineamento experimental será em esquema de parcelas subdivididas, a análise estatística será realizada pelo processo Mixed do SAS (2004). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GOMEZ-INSUASTI, ARTURO SAMUEL; GRANJA-SALCEDO, YURY TATIANA; CASTILLO VARGAS, JULIAN ANDRES; MESSANA, JULIANA DUARTE; DE OLIVEIRA SADER, ANA PAULA; BERCHIELLI, TELMA TERESINHA. In vitro gas production and fatty acids biohydrogenation of diets containing different unsaturated fatty acids sources plus crude glycerin. TURKISH JOURNAL OF VETERINARY & ANIMAL SCIENCES, v. 45, n. 5, p. 944-954, . (17/02034-0, 12/23949-3)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
INSUASTI, Arturo Samuel Gómez. Biohidrogenação microbiana e o fluxo duodenal de ácidos graxos do rumen em novilhos de corte suplementados com fontes lipídicas em dietas contendo glicerina. 2015. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista (Unesp). Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias. Jaboticabal Jaboticabal.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.