Busca avançada
Ano de início
Entree

Comparação de diferentes modelos na análise e dimensionamento de reservatórios elevados e enterrados em concreto armado

Processo: 13/06486-2
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Civil - Estruturas
Pesquisador responsável:Valério da Silva Almeida
Beneficiário:Allan Condesso Gonçalves
Instituição Sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Mecânica das estruturas   Engenharia de software   Concreto armado   Método dos elementos finitos
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:a) Reservatório em Concreto Armado | b) Reservatório elevado e enterrado | c) Método de Elementos Finitos | d) Pórtico Espacial | e) Modelo de Winkler | Mecânica das Estruturas

Resumo

Este projeto de iniciação científica pretende estudar as diferenças na determinação dos esforços envolvidos em projetos de reservatórios, ao utilizar três modelos de cálculo diferentes. O reservatório pode ser elevado ou semi ou totalmente enterrado. O primeiro modelo de cálculo utilizado é um simplificado, que utiliza tabelas de lajes, que possuem geometria, cargas e condições de contorno bem definidos. É um modelo muito utilizado na prática, ainda que pouco realista, devido à desvinculação entre as lajes e a pobre modelagem do solo como uma carga distribuída de baixo para cima na laje de fundo. Os outros dois modelos de cálculo são mais realistas por considerarem a união monolítica entre as lajes adjacentes. Assim, o segundo modelo a ser analisado é o que utiliza elementos de pórticos espaciais, e modela o solo utilizando a teoria de Winkler (que envolve molas), para o qual se deve utilizar um software comercial. O outro modelo utiliza elementos de casca em um software que emprega o Método dos Elementos Finitos, já considerando a deformabilidade do solo com o uso de elementos finitos sólidos para sua representação. A consideração de modelos mais sofisticados de análise da interação com o solo deve trazer resultados relevantes para o projeto. O aluno deverá se familiarizar com o método científico de forma geral, com os diferentes modelos de cálculo e suas implicações nos resultados e com pelo menos dois importantes softwares de engenharia, o que seria interessante para complementar sua formação. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)