Busca avançada
Ano de início
Entree

Narrativa contingente: mal-estar e exílio em o retorno, de dulce maria cardoso.

Processo: 12/05704-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 31 de maio de 2015
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Outras Literaturas Vernáculas
Pesquisador responsável:Marlise Vaz Bridi
Beneficiário:Alleid Ribeiro Machado
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Modernidade   Estudos culturais   Literatura portuguesa

Resumo

O presente projeto objetiva estudar o romance O retorno, de Dulce Maria Cardoso, publicado em 2011, levando em consideração a temática abordada na narrativa, que diz respeito à situação de exílio vivenciada por diversos portugueses durante o período de manutenção das antigas colônias ultramarinas de Angola, Guiné-Bissau e Moçambique, até antes da Revolução dos Cravos, culminando com o regresso, em 1975, de mais de meio milhão de cidadãos portugueses à metrópole. Na ficção, tal contexto abrange a problemática dos "retornados" em face de um futuro que se desenharia incerto, tanto no que tange ao cenário político da nação, recém liberta das amarras salazaristas, quanto às condições de vida e sobrevivência dos antigos colonos, obrigados a recomeçarem suas vidas a partir de uma situação financeira precária e limitada. Para tanto, a análise do romance em questão voltar-se-á para os estudos culturais implicados a uma perspectiva histórica, de base comparatista. Nesse sentido, a investigação deter-se-á nas reflexões teóricas de autores como Eduardo Lourenço, Edward Said e Boaventura de Sousa Santos. No que tange aos aspectos literários da narrativa, dentro de uma perspectiva comparatista, a análise de O retorno poderá dialogar com outros dois romances portugueses que tratam igualmente da questão da emigração portuguesa, entre as décadas de 50 e 60, mas tendo como cenário a França como é o caso de Livro (2012), de José Luís Peixoto, e Pouca terra... poucá terra (1984), de Júlia Nery. O corpus de análise, assim, será composto por textos que, segundo a hipótese deste trabalho, apontam para uma produção que traz para primeiro plano, sujeitos despontencializados, permanentemente marcados pelo sentimento diaspórico, de não pertencimento, ideia que parece representar, em contingente, algumas das preocupações a que se inclina a literatura contemporânea portuguesa. Além do objetivo exposto, a intenção principal desta pesquisa é dar continuidade aos estudos em torno de autoras contemporâneas, iniciados no doutoramento da requerente no programa de Literatura Portuguesa, na FFLCH-USP. Este projeto de pós-doutorado pretende realizar-se no âmbito da linha de pesquisa Textos. Contextos. Intertextos, em consonância ao projeto coordenado e desenvolvido na FFLCH-USP, pela professora doutora Marlise Vaz Bridi: "A ficção portuguesa contemporânea de autoria feminina".

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)