Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de diferentes desafios laboratoriais de resistência espermática na integridade da membrana plasmática e da cromatina do espermatozoide de diferentes touros

Processo: 13/02852-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Letícia Zoccolaro Oliveira
Beneficiário:Vinícius Rozales Martins
Instituição-sede: Pró-Reitoria Acadêmica. Centro Universitário de Rio Preto (UNIRP). Sociedade Riopretense de Ensino e Educação. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Fertilidade   Motilidade espermática   Membrana plasmática   Cromatina   Avaliação   Técnicas e procedimentos de laboratório   Técnicas in vitro

Resumo

O presente estudo tem por objetivo comparar diferentes testes laboratoriais, realizados com o intuito de desafiar in vitro a qualidade do sêmen descongelado, e avaliar diversas características espermáticas após os mesmos. Para tal, serão utilizadas doses de sêmen congelado de 5 touros diferentes, sendo avaliadas 2 partidas para cada touro. Serão realizadas 3 repetições deste delineamento experimental, para cada partida. Para cada dose de sêmen, o seguinte procedimento será realizado: Inicialmente, a amostra de sêmen será descongelada à 37ºC por 30 seg (Grupo controle). Os seguintes testes laboratoriais serão realizados: motilidade e vigor espermático, teste Hipo-osmótico (onde será avaliada a integridade da membrana plasmática), patologia espermática, avaliação da morfometria e cromatina espermática pelo corante Azul de Toluidina. Em seguida, uma alíquota de 200 µL da amostra ficará incubada em banho-maria a 38ºC por 2 h (Grupo desafio térmico; GDT) e outra alíquota de 200 µL da amostra será centrifugada a 500 x g, em gradiente de Percoll 45%, por 5 minutos (Grupo desafio centrifugação; GDC). Este sêmen centrifugado e diluído será ainda submetido à avaliação de termo-resistência, sendo incubado em banho-maria a 38ºC por 2 h (Grupo centrifugação + desafio térmico; GCDT). Ao final de cada desafio (GDT, GDC e GCDT), os mesmos testes laboratoriais realizados para o grupo controle serão repetidos. Ao final do trabalho, os resultados do controle, GDT, GDC e GCDT serão comparados entre si, e entre os touros, de modo a avaliar qual desafio laboratorial foi mais agressivo para a qualidade seminal de cada reprodutor. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)