Busca avançada
Ano de início
Entree

Vanguarda, experimentalismo e mercado na trajetória artística de Tom Zé

Processo: 13/02718-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Música
Pesquisador responsável:José Roberto Zan
Beneficiário:Guilherme Araujo Freire
Instituição-sede: Instituto de Artes (IA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Música popular   Vanguarda   Indústria cultural

Resumo

Este projeto de pesquisa propõe estudar a produção musical de Tom Zé em sua carreira artística, a partir de 1968. Depois de assimilar conhecimento em procedimentos artísticos das vanguardas europeias do pós-guerra durante sua formação na UFBA, Tom Zé assume certa vocação vanguardista em sua carreira. Incorporando a lógica de ruptura na sua produção, passa a realizar experimentos na busca de novos sons e novas sonoridades, praticando uma poética contestadora dos padrões da canção de massa. Contudo, uma vez que sua atuação ocorre na indústria fonográfica - inserida na lógica do mercado-, seu projeto estético acaba sendo formatado também para o campo da canção popular. Considerando essa relação conflituosa entre a prática de uma poética contestadora e participação no mercado, pretende-se verificar de que maneira a produção artística de Tom Zé tensiona os padrões de linguagem e de conduta estabelecidos pela indústria cultural.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)