Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do pré-condicionamento físico na hipertensão induzida pela dexametasona: papel do sistema renina angiotensina

Processo: 12/19722-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Sandra Lia do Amaral Cardoso
Beneficiário:Paula Bessi Constantino Prazeres
Instituição-sede: Faculdade de Ciências (FC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Exercício físico   Pressão sanguínea   Angiotensina II   Glucocorticoides

Resumo

Os glicocorticóides sintéticos são amplamente utilizados no tratamento de inflamações e alergias, porém seu uso crônico determina vários efeitos colaterais no metabolismo de açúcar, gordura e proteína. Demonstramos recentemente que o tratamento por 10 dias com dexametasona (Dexa) causa um importante quadro de hiperglicemia acompanhada de hiperinsulinemia, atrofia muscular e hipertensão (HA), no entanto, os mecanismos responsáveis por estas respostas ainda não são totalmente compreendidos. Tem sido descrito que o sistema renina-angiotensina (SRA) é um importante regulador da pressão arterial e um aumento de sua atividade possa ser um dos possíveis mecanismos responsáveis pelo aumento da pressão arterial (PA) induzida pela Dexa. Por outro lado, o exercício físico aeróbio, de baixa e moderada intensidade, tem sido recomendado como coadjuvante no tratamento da HA e seus efeitos sobre o SRA tem sido demonstrados na literatura. Demonstramos recentemente que o pré-condicionamento físico contribui para reduzir a hipertensão induzida pela Dexa, no entanto pouco se sabe sobre os mecanismos responsáveis por esta resposta. Portanto, o objetivo deste trabalho é investigar se os mecanismos desencadeados pelo exercício aeróbio na atenuação da hipertensão induzida por Dexa envolvem SRA. Ratos Wistar machos (200g) serão submetidos a um protocolo de exercício físico aeróbio na esteira (60% da capacidade máxima por 70 dias, 5 dias por semana, 1 hora por dia) ou mantidos como sedentários. Além disso, nos últimos 10 dias, os animais serão tratados ou não com Dexa (1,0 mg/kg de peso corporal, por dia, i.p.), compondo assim 4 grupos, a saber: sedentário controle (SC), sedentário tratado (SD), treinado controle (TC) e treinado e tratado (TD). Um grupo extra de animais será tratado farmacologicamente com losartan durante o tratamento com Dexa. Serão analisados peso corporal, glicemia de jejum e pressão arterial de repouso antes e após o tratamento por 10 dias com Dexa. Após o procedimento hemodinâmico, os animais serão anestesiados para obtenção e processamento dos músculos esqueléticos (tibial anterior, sóleo e flexor longo do hálux) para a avaliação da expressão gênica e protéica de diferentes componentes do SRA. Os resultados serão apresentados como média + erro padrão da média. ANOVA de dois caminhos será realizada para comparação entre grupos e quando necessário será usado o post hoc de tukey.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CONSTANTINO, PAULA B.; DIONISIO, THIAGO J.; DUCHATSCH, FRANCINE; HERRERA, NAIARA A.; DUARTE, JOSIANE O.; SANTOS, CARLOS F.; CRESTANI, CARLOS C.; AMARAL, SANDRA L.. Exercise attenuates dexamethasone-induced hypertension through an improvement of baroreflex activity independently of the renin-angiotensin system. Steroids, v. 128, p. 147-154, . (14/18177-7, 14/23050-6, 12/14376-0, 11/21522-0, 12/19722-3)
DUCHATSCH, FRANCINE; CONSTANTINO, PAULA B.; HERRERA, NAIARA A.; FABRICIO, MAYARA F.; TARDELLI, LIDIELI P.; MARTUSCELLI, ALINE M.; DIONISIO, THIAGO J.; SANTOS, CARLOS F.; AMARAL, SANDRA L.. Short-term exposure to dexamethasone promotes autonomic imbalance to the heart before hypertension. JOURNAL OF THE AMERICAN SOCIETY OF HYPERTENSION, v. 12, n. 8, p. 605-613, . (14/23050-6, 15/03965-2, 12/19722-3, 14/23229-6)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.