Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização do perfil de susceptibilidade de isolados clinicos de Scytalidium sp. aos antifúngicos

Processo: 12/23920-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Pesquisador responsável:Marcia Regina von Zeska Kress
Beneficiário:Natalia Silva Morosini
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Micologia   Micro-organismos   Antifúngicos   Dermatófitos   Scytalidium   Suscetibilidade

Resumo

O fungo filamentoso Scytalidium spp. é um microrganismo saprofítico e fitopatogenico, encontrado no solo e vegetação de clima tropical e subtropical. Este gênero encontra-se dentre os principais agentes filamentosos não dermatófitos causadores da doença, juntamente com os gêneros Scopulariopsis, Fusarium, Aspergillus e Onychocola. Espécies de Scytalidium sp. estão sendo associadas à patogenia primária de unha, o qual a prevalência das infecções vem aumentando nas últimas décadas. Há relatos de infecções profundas e superficiais pelo gênero Scytalidium em pacientes imunocomprometidos e imunocompetentes, incluindo abscesso no sistema nervoso central, endoftalmites, sinusites, osteomielites, fungemias, infecções subcutâneas, eumicetoma, linfangite, linfadenite, tinea pedis, onicomicoses, entre outras. O Scytalidium dimidiatum tem sido mais associado a infecções profundas quando comparada a sua variante hialina, S. hyalinum está envolvida preferencialmente em infecções de pele e unha sugerindo que o isolado deficiente de melanina pode ser menos virulento que o pigmentado. Pouco é descrito na literatura sobre a sensibilidade a drogas antifúngicas para Scytalidium dimidiatum e S.hyalinum, embora trabalhos demonstrem o aumento da resistência de fungos não dermatófitos quando comparadas aos dermatófitos. Devido a maior resistência de Scytalidium para algumas drogas, quando comparada aos fungos dermatófitos, o diagnóstico diferencial é imprescindível para o sucesso do tratamento. Dessa forma, o objetivo do presente trabalho é analisar o perfil de sensibilidade a variações de pH e temperatura dos isolados clínicos de S. dimidiatum e S. hyalinum e o perfil de susceptibilidade a antifúngicos de cepas de Scytalidium dimidiatum e S.hyalinum isolados de amostras clínicas.(AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TONANI, LUDMILLA; MOROSINI, NATALIA SILVA; DE MENEZES, HENRIQUE DANTAS; NADALETTO BONIFACIO DA SILVA, MARIA EMILIA; WAINWRIGHT, MARK; LEITE BRAGA, GILBERTO UBIDA; VON ZESKA KRESS, MARCIA REGINA. In vitro susceptibilities of Neoscytalidium spp. sequence types to antifungal agents and antimicrobial photodynamic treatment with phenothiazinium photosensitizers. FUNGAL BIOLOGY, v. 122, n. 6, SI, p. 436-448, JUN 2018. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.