Busca avançada
Ano de início
Entree

Ontogenia, evolução floral e filogenia de Trimezieae (Iridaceae)

Processo: 12/18396-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Taxonomia Vegetal
Pesquisador responsável:Renato de Mello-Silva
Beneficiário:Juliana Lovo
Instituição Sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/00803-9 - Padrões de evolução floral em Trimezieae (Iridaceae), BE.EP.PD
Assunto(s):Evolução vegetal   Filogenia   Iridaceae   Morfologia vegetal
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Evolução | Filogenia | Iridaceae | Morfologia | Taxonomia | Sistemática e morfologia de Iridaceae

Resumo

A família Iridaceae é notável pela diversidade morfológica floral, aspecto amplamente utilizado na sistemática do grupo. Dentro da tribo Trimezieae, os estiletes e estigmas são bastante diversos e elaborados e, junto com outros caracteres florais, como a forma e ornamentação das tépalas, são tradicionalmente utilizados na circunscrição de gêneros e espécies. Esses caracteres nunca foram criteriosamente investigados quanto a sua homologia e estudos filogenéticos recentes apontam para o polifiletismo dos táxons de Trimezieae delimitados por eles. Isto indica um elevado grau de homoplasia desses caracteres e a necessidade de se proceder uma avaliação mais precisa dos estiletes e estigmas para a compreensão de sua evolução e seu possível papel na circunscrição dos grupos taxonômicos. Além disso, conhecimentos relacionados à funcionalidade das estruturas florais, como por exemplo a interação com polinizadores, é também essencial para uma melhor compreensão de como esses caracteres evoluíram. Por isso, associar estudos de desenvolvimento a estudos de biologia floral em Trimezieae, em um contexto filogenético, pode auxiliar a compreensão da origem da diversidade morfológica em Iridaceae, e particularmente na tribo, que constitui um ótimo modelo para estes estudos devido a sua diversidade e distribuição neotropical, centrada no Brasil. O objetivo fundamental deste projeto é compreender os padrões de evolução floral em Trimezieae a partir de estudos ontogenéticos florais, sobretudo dos estiletes, aliados a investigações sobre biologia floral de espécies selecionadas e avaliados em um contexto filogenético. A filogenia previamente existente para o grupo será complementada com táxons e marcadores moleculares, proporcionando arcabouço necessário para os estudos acima mencionados. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LOVO, JULIANA; ALCANTARA, SUZANA; VASCONCELOS, THAIS N. C.; SAJO, MARIA DAS GRACAS; RUDALL, PAULA J.; PRENNER, GERHARD; AGUIAR, ANTONIO J. C.; MELLO-SILVA, RENATO. Evolutionary lability in floral ontogeny affects pollination biology in Trimezieae. AMERICAN JOURNAL OF BOTANY, v. 108, n. 5, p. 828-843, . (18/02191-1, 14/00803-9, 12/18396-5, 14/09131-3)
LOVO, JULIANA; MELLO-SILVA, RENATO. Two new species of Pseudotrimezia (Iridaceae) endemic to Diamantina Plateau, Minas Gerais, Brazil. PHYTOTAXA, v. 195, n. 2, p. 145-153, . (12/18396-5)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.