Busca avançada
Ano de início
Entree

Propostas de fachadas dinâmicas para edificações em clima quente e úmido: avaliação integrada de desempenho termoenergético.

Processo: 12/06715-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2012
Vigência (Término): 31 de março de 2015
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Tecnologia de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Rosana Maria Caram
Beneficiário:Kamila Mendonça de Lima
Instituição-sede: Instituto de Arquitetura e Urbanismo de São Carlos (IAU). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Simulação por computador   Janelas

Resumo

O projeto de sistemas de abertura em edificações envolve lidar com as condições climáticas externas, as quais são dinâmicas e dependem da localidade considerada. As fachadas dinâmicas, aqui entendidas como sistemas que possuem uma abertura envidraçada e mecanismos móveis (manuais ou automatizados) de controle da insolação e ventilação, apresentam o potencial de promoção de conforto ambiental e redução do consumo energético em edificações, por sua adaptabilidade. Entretanto, os procedimentos de avaliação da integração entre as diferentes estratégias passivas e ativas que influenciam o desempenho energético de fachadas não estão consolidados, especialmente quando se trata dos casos de edificações localizadas em baixas latitudes, onde há predominância do clima quente e úmido. Dessa forma, o objetivo geral desta proposta de pesquisa de doutorado é propor soluções projetuais de fachadas dinâmicas aplicáveis a edificações em localidades de clima quente e úmido, considerando o comportamento energético das mesmas em função de diferentes critérios (temperatura do ar interno, iluminação e ventilação naturais e acionamento de lâmpadas e ar condicionado), de forma integrada. Isso será feito por meio de análise paramétrica do desempenho termoenergético de diferentes tipos de fachada, em células-teste, utilizando simulação computacional no software DesignBuilder. Será quantificado o consumo energético total e dos sistemas artificiais de iluminação e ar condicionado, resultantes do aproveitamento da luz e ventilação naturais e sombreamento em cada solução. O ineditismo desta proposta de pesquisa consiste, portanto, do direcionamento de possibilidades de projeto e avaliação de desempenho integrado de sistemas de abertura, explorando o caso do clima quente e úmido.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)