Busca avançada
Ano de início
Entree

Estimativa do estoque de carbono e sua sensibilidade à mineralização em horizontes espódicos profundos em Espodossolos da alta bacia do Rio Negro

Processo: 12/18092-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2012
Vigência (Término): 31 de agosto de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências
Pesquisador responsável:Célia Regina Montes
Beneficiário:Roberta Clemente Santin
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Estoque de carbono   Mineralização

Resumo

A quantificação do carbono (C) estocado nos meios naturais e a avaliação de sua sensibilidade às mudanças climáticas ou de uso da terra representam um domínio de pesquisa em plena expansão. A Amazônia apresenta uma vasta área de Espodossolos, caracterizados por horizontes arenosos espessos, recobrindo horizontes mais argilosos. A matéria orgânica (MO) produzida na superfície é transferida, pelas águas de percolação, através dos horizontes arenosos, acumulando-se na transição entre os horizontes arenosos e argilosos, numa profundidade que varia de 1 a 3 metros, formando os horizontes espódicos Bh profundos. Estudos recentes realizados na Amazônia tem mostrado que os Espodossolos podem armazenar acima de 13,6 Pg C nos Bh profundos. No caso dos Bh, o ressecamento destes solos normalmente saturados, poderia levar a mineralização parcial ou total da MO, resultando em emissões de grandes quantidades de gases de efeito estufa. O projeto tem, portanto, como objetivo estimar os estoques de C nos Espodossolos da floresta, as taxas de emissão de CO2 e avaliar sua vulnerabilidade sob diferentes usos do solo e cenários climáticos. Para alcançar tais objetivos será necessário: (i) determinar a concentração de carbono nos Espodossolos; (ii) quantificar a mineralização de C, avaliando a habilidade dos microorganismos de metabolizar a matéria orgânica do solo; (iii) determinar a composição isotópica d13C de amostras de solo selecionadas. Além disso, considerando a necessidade de se buscar métodos alternativos para a caracterização da matéria orgânica que sejam menos trabalhosos e de custos menos elevados, será avaliada a potencialidade da espectroscopia por fluorescência para discriminar propriedades da matéria orgânica de interesse neste projeto de doutorado.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SANTIN, Roberta Clemente. Avaliação da sensibilidade à mineralização e estudo detalhado da matéria orgânica em Espodossolos da alta bacia do Rio Negro, Amazonas. 2017. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA/STB) Piracicaba.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.