Busca avançada
Ano de início
Entree

FORMAS DE CONTÁGIO: estudo a partir da contaminação entre Mímesis Corpórea e dança contemporânea

Processo: 12/16323-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Dança
Pesquisador responsável:Ana Cristina Colla
Beneficiário:Isis Andreatta Barros
Instituição-sede: Instituto de Artes (IA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Dramaturgia

Resumo

O presente projeto tem como objeto de estudo a relação conceitual e prática entre a metodologia da Mímesis Corpórea desenvolvida no Lume Teatro, Campinas/SP, e o processo de composição na dança contemporânea, tendo como eixo norteador o conceito de dramaturgia do corpo. A pesquisa se apoiará no pensamento de autores como Michael Focault, José Gil e de pressupostos estético-filosóficos discutidos e apresentados por artistas-pesquisadores das Artes da Cena no Brasil como Renato Ferracini e Christine Greiner, além do aprofundamento na linha teórico-prática desenvolvida pelo LUME (Núcleo Interdisciplinar de Pesquisas Teatrais da Unicamp). . Paralelamente, serão desenvolvidos laboratórios práticos norteados pela metodologia da Mímesis Corpórea, os quais serão divididos em duas etapas principais. A primeira será constituída por uma revisão dos exercícios propostas pela metodologia da mímesis, com ênfase no uso de imagens e objetos. No segundo momento serão investigados os modos de redimensionamento dessa prática para a dança a partir da relação com o outro e com o espaço físico urbano. Todos os laboratórios serão realizados em colaboração com o Grupo Vão (coletivo de dança contemporânea), visando o desenvolvimento e a síntese em um estudo cênico solo. O uso de imagens e objetos, e posteriormente a relação com o outro e o espaço urbano serão as ferramentas principais para o estudo da prática da mimesis, tendo como objetivo criar estados corpóreos, impulsos e fluxos de movimento, direcionando-os para a construção de coreografias. Desse modo estaremos propondo um processo de contaminação entre um procedimento oriundo de práticas teatrais, que é a mímesis corpórea, e a sua diluição e aplicação para experimentar processos criativos em dança.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)