Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do envolvimento da enzima poly(ADP-Ribose)polymerase-1 na expressão de iNOS induzida pela eixo Naip5/NLRC4-caspase-1

Processo: 12/21317-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2013
Vigência (Término): 31 de maio de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Karina Ramalho Bortoluci
Beneficiário:Carina Buzzo de Lima
Supervisor: Michael O. Hottiger
Instituição Sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Zurich (UZH), Suíça  
Vinculado à bolsa:09/16966-6 - AVALIAÇÃO DOS MECANISMOS MOLECULARES ENVOLVIDOS NA INDUÇÃO DE iNOS POR FLAGELINA CITOSÓLICA E SUAS CONSEQUÊNCIAS PARA A CAPACIDADE MICROBICIDA DE MACRÓFAGOS, BP.DR
Assunto(s):NF-kappa B   Caspase 1   Flagelina   Óxido nítrico sintase tipo II   Poli(ADP-ribose) polimerase-1
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Caspase-1 | Flagelina | iNOS | Naip5 | NF-kB | Nlrc4 | Parp-1 | Ativação de iNOS via Naip5/NLRC4-caspase-1

Resumo

A descoberta de duas grandes famílias de receptores, que reconhecem uma gama de padrões moleculares associados aos patógenos, foi de grande importância para o entendimento dos mecanismos de reconhecimento mediados pelas células da imunidade inata. Estas duas famílias que incluem os receptores transmembrânicos do tipo Toll (TLRs) e os receptores citoplasmáticos do tipo NOD (NLRs), apesar de induzirem respostas distintas para o controle de patógenos, podem compartilhar o mesmo ligante. Nesse sentido, o reconhecimento da flagelina, subunidade monomérica do flagelo presente em bactérias móveis, é compartilhado pelo receptor transmembrânico TLR5 que parece reconhecer todas as bactérias móveis, e pelos receptores citosólicos, Naip5 e NLRC4, que parecem reconhecerem apenas bactérias invasivas. Dessa forma, um dos grandes desafios da imunidade inata é entender a contribuição relativa dos diferentes tipos de receptores para padrões moleculares na resistência contra patógenos e na ativação da resposta imune específica. Como objeto de estudo do projeto de doutorado (Processo Nº 2009/16966-6) investigamos o papel desses receptores na ativação de macrófagos, enfatizando a capacidade microbicida dessas células. Neste sentido, descrevemos uma nova via de ativação de iNOS, dependente do eixo Naip5|NLRC4-caspase-1 e independente de MyD88, em resposta à flagelina citosólica. A ativação de iNOS pelo eixo Naip5|NLRC4-caspase-1 está envolvida no controle da infecção por Legionella pneumophila e Salmonella typhimurium por macrófagos. No entanto, os mecanismos moleculares envolvidos na interação entre caspase-1 e iNOS ainda necessitam elucidações, proposta deste projeto BEPE. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)