Busca avançada
Ano de início
Entree

Relação pai-filha no contexto dos transtornos alimentares: uma perspectiva winnicottiana

Processo: 12/15277-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2012
Vigência (Término): 31 de julho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia
Pesquisador responsável:Manoel Antônio dos Santos
Beneficiário:Lilian Regiane de Souza Costa
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Transtornos da alimentação e da ingestão de alimentos   Pai   Família   Psicologia da saúde

Resumo

Os Transtornos Alimentares (TA) são considerados quadros psiquiátricos nos quais se observa graves alterações no comportamento alimentar. Na literatura, há evidências de que aspectos da dinâmica familiar influenciam o surgimento e o curso do transtorno. São vários os trabalhos que abordam a relação mãe-filha, sendo a figura do pai pouco referida. Estes dados condizem com as construções sociais de família na sociedade ocidental: o pai seria responsável pelo sustento econômico e a mãe pelo cuidado dos filhos. Condiz também com teorias psicanalíticas que colocam a importância do pai como interditor dos desejos edípicos, mas, em fases anteriores, sua função no cuidado dos filhos é pouco mencionada. Em contra partida, Winnicott defende que, a cada etapa do desenvolvimento emocional, o pai tem um papel importante para o amadurecimento da criança. Considerando que a figura paterna tem papel fundamental na construção da identidade do indivíduo e é pouco abordada no âmbito dos TA, o presente estudo tem como objetivo compreender aspectos psicodinâmicos envolvidos na relação pai-filha no contexto dos TA. O estudo será fundamentado teoricamente na psicanálise, especificamente, a teoria winnicottiana. Participarão da pesquisa mulheres com diagnóstico de TA e seus respectivos pais (progenitores do sexo masculino). Serão realizadas uma entrevista semi-estruturada e a aplicação do procedimento de desenho da família com história (DF-E) com cada um dos participantes. As verbalizações serão audiogravadas, mediante o consentimento dos participantes. O material das entrevistas será submetido à análise de conteúdo temática. Os dados obtidos com o DF-E serão analisados com o método de avaliação desenvolvido para este estudo. Os conteúdos obtidos nas análises individuais de pai e filha serão aproximados a fim de alcançar aspectos relacionais da díade. Acredita-se que este estudo trará informações importantes sobre a relação pai-filha no universo dos TA, oferecendo subsídios para melhor atendimento de famílias que vivenciam essa problemática.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
. Relação pai-filha no contexto dos transtornos alimentares: uma perspectiva winnicottiana. 2014. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (PCARP/BC) Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.