Busca avançada
Ano de início
Entree

A Hora do Conto no cotidiano escolar: reflexões sobre o ler e o contar na rotina de duas professoras dos anos iniciais.

Processo: 11/16713-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2012
Vigência (Término): 31 de julho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação
Pesquisador responsável:Renata Junqueira de Souza
Beneficiário:Valéria Santos da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Hora do conto

Resumo

Atualmente, a temática da leitura e dos aspectos que envolvem a formação do leitor, é objeto de vários estudos, notada pela vasta produção de material teórico na área. São inúmeras as pesquisas que buscam desvendar os processos em que se dá a leitura e como esta é realizada e apreendida pelos leitores, levando em consideração a metodologia utilizada no ensino/aprendizagem e os aspectos nela envolvidos. Nos últimos anos o Brasil tem ocupado as últimas colocações entre os países com bom desempenho leitor, o que preocupa as autoridades competentes. Embora haja investimento em programas de fomento à leitura e políticas públicas destinadas à formação de leitores, os índices ainda não são satisfatórios e os objetivos de formar leitores qualitativamente melhores não são atingidos. Para tentar solucionar os baixos índices de desempenho nas últimas pesquisas do PISA (Programa Internacional de Avaliação dos Alunos) e do IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), nas escolas brasileiras, estudiosos como Alves, Espíndola e Massuia (2011), evidenciaram um acréscimo de atividades escolares que envolvam a oralidade, como a "Hora do Conto", pois acredita-se que ela seja um valioso instrumento na formação de leitores. O ato de contar histórias para os pequenos possibilita o despertar da imaginação e criatividade, tornando possível a elaboração de conflitos internos e possibilitando ao leitor se situar no mundo e sentir-se parte integrante dele. Além disso, as histórias trabalham com aspectos globais dos sujeitos, informam, aquietam, promovem respostas pessoais, auxiliam na formação da linguagem culta, tanto oral como escrita e ampliam o vocabulário. Com base na concepção sócio-interacionista em que a criança aprende a partir de sua relação com o meio, o contato com a literatura infantil, desde os primeiros anos de vida, se torna fundamental, pontuando o início do processo de formação de leitores. Supõe-se que seja comum em sala de aula, o professor apenas ler as histórias em voz alta com o auxílio do livro, sem um preparo anterior, reduzindo o texto a simples leitura, a um repasse de informações orais desprovidas de objetivos específicos. Há neste momento uma leitura em voz alta, no entanto a "Hora do Conto" poderia estimular a oralidade estabelecendo um vínculo entre docente e ouvinte. Assim, torna-se imprescindível que o trabalho oferecido pela "Hora do Conto" seja eficiente e que ofereça qualidade às crianças em processo de formação enquanto leitores. Considerando que a temática levantada possui grande importância no cenário atual nos estudos sobre leitura, esta pesquisa justifica-se por sua contribuição direta aos processos de formação do leitor em sala de aula e pela emergência de novos elementos de discussão. Visto que o enfoque deste estudo está nos questionamentos que abrangem a oralidade, nos centraremos em analisar como e de que forma o professor desenvolve e conduz a "Hora do Conto" e como esta contribui para a formação do leitor.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SILVA, Valéria Santos da. A Hora do Conto no cotidiano escolar : reflexões sobre o ler e o contar na rotina de duas professoras dos anos iniciais. 2014. 166 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências e Tecnologia..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.