Busca avançada
Ano de início
Entree

Libertação na Renovação Carismática Católica: um estudo sobre a experiência religiosa

Processo: 12/13750-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2012
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia
Pesquisador responsável:Paula Montero
Beneficiário:Ypuan Garcia Costa
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Religiões   Catolicismo   Renovação carismática católica   Alteridade   Cura   Antropologia da religião   Fenomenologia (filosofia)

Resumo

O presente projeto tem por objetivo abordar aspectos do fenômeno da cura religiosa a partir de um movimento da Igreja Católica Romana conhecido como Renovação Carismática. Através de uma prática religiosa denominada "libertação" - um gênero de ritual em que a existência de aflições proporcionadas por entidades malignas é central -, pretendo descrever o problema da cura a partir do conceito de rede, à medida que nos defrontamos com um universo que integra potencialmente diferentes seres: fiéis e demônios; seres humanos e não-humanos (Latour, 1994, 2001, 2002, 2005). A experiência religiosa, presente nas enunciações nativas, realça, dentre outros elementos, a batalha feroz entre o bem e o mal. O projeto focaliza três problemas: O primeiro consiste no estudo do ritual de "libertação" (práticas, performances e regras), das pessoas que se submetem a ele; o segundo visa a, embasado em avanços recentes da fenomenologia na antropologia, através do trabalho de Thomas J. Csordas (1990, 1994, 2004), indagar em que medida a experiência religiosa é apreensível por uma análise baseada em uma psicologização que posiciona no interior das pessoas a gênese das aflições e dos infortúnios pelas quais estão passando; o terceiro, contrapondo-se ao segundo, concerne à hipótese segundo a qual o conceito de rede (Latour, 2005) possibilita que abordemos simetricamente as conexões, atribuições e distribuições estabelecidas entre fiéis e demônios, sem reduzir os últimos aos pólos da representação coletiva do mal-estar ou da subjetivação dos tormentos cotidianos. Quanto ao recorte etnográfico, pretendo trabalhar com grupos de oração existentes na cidade de São Paulo/SP. Os grupos de oração são a principal expressão da Renovação e podem ser entendidos como a instância primária de manifestação do sagrado, do uso de Carismas, do Batismo no Espírito Santo, da "libertação". (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
COSTA, Ypuan Garcia. \'Abertura para Deus\' e \'brecha\' para o demônio: a \'libertação\' entre católicos na cidade de São Paulo. 2017. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.