Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação fenotípica de uma população de maracujá doce selecionada para qualidade e produção de frutos

Processo: 12/09100-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2012
Vigência (Término): 31 de julho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Maria Lúcia Carneiro Vieira
Beneficiário:Lourdes María Chavarría Pérez
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Melhoramento genético vegetal   Maracujá   Marcador molecular   Genótipo   Clonagem

Resumo

O Brasil é o maior produtor mundial de maracujá. Em 2008, foram cultivados 49.000 hectares, que produziram 685.000 toneladas de frutos. As espécies cultivadas são o maracujá azedo, que ocupa a maioria dos pomares comerciais (95%), e o maracujá doce, que tem alcançado o triplo do custo do maracujá azedo nos mercados. O sabor exótico dos frutos do maracujá doce é atrativo para o consumo humano, seja in natura ou na forma de produtos processados e, dado ao seu alto valor comercial, é desejável cultivá-lo em maior escala. Nosso grupo de pesquisa tem gerado uma série de informações sobre a genética das espécies cultivadas de Passiflora. Por exemplo, foi construído um mapa de ligação integrado de maracujá doce com base em marcadores AFLP, SSR, SNP, M-AFLP e RGA. Os mapas de ligação fornecem subsídios ao trabalho do melhorista, pois permitem a descoberta de associações entre genótipos moleculares e fenótipos de interesse. A população de mapeamento também foi analisada a campo, em dois locais, tendo sido avaliados caracteres relacionados à qualidade e produção de frutos. As análises genético-estatísticas indicaram os 30 melhores genótipos adaptados a cada local, separadamente, e para ambos conjuntamente. Nosso grupo de trabalho dispõe dos clones dos melhores genótipos para prosseguir com os estudos de genética e práticas de seleção. Para avançar e sugerir uma estratégia de seleção, visando à geração de uma população melhorada de maracujá doce, é preciso reavaliar o comportamento dessa progênie, relativamente aos genótipos indicados como superiores. Este é o objetivo central do presente projeto de mestrado, dando um primeiro passo em relação ao melhoramento genético do maracujá doce. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CHAVARRIA-PEREZ, LOURDES MARIA; GIORDANI, WILLIAN; GRACAS DIAS, KAIO OLIMPIO; COSTA, ZIRLANE PORTUGAL; MASSENA RIBEIRO, CAROLINA ALBUQUERQUE; BENEDETTI, ANDERSON ROBERTO; CAUZ-SANTOS, LUIZ AUGUSTO; PEREIRA, GUILHERME SILVA; BACHEGA FEIJO ROSA, JOAO RICARDO; FRANCO GARCIA, ANTONIO AUGUSTO; et al. Improving yield and fruit quality traits in sweet passion fruit: Evidence for genotype by environment interaction and selection of promising genotypes. PLoS One, v. 15, n. 5, . (12/09100-5, 16/12977-7, 10/06702-9, 07/52607-5, 18/09069-7, 17/04216-9)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.