Busca avançada
Ano de início
Entree

Reatividade química de compostos rutênio-nitrosilos. Aspectos químicos, cinéticos e biológicos

Processo: 12/02968-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2012
Vigência (Término): 31 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Roberto Santana da Silva
Beneficiário:Joicy Santamalvina dos Santos
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Citotoxicidade   Compostos de rutênio

Resumo

O óxido nítrico (NO) é uma espécie radicalar envolvida em muitos processos biológicos. Não obstante a grande importância do NO no sistema biológico, estudos de suas propriedades farmacológicas e fisiológicas são limitados devido a sua alta reatividade e curto tempo de meia-vida. Assim, o desenvolvimento de compostos que possam liberar NO, pode ser uma alternativa para resolver esses problemas e serem potencialmente utilizados como agentes terapêuticos. Uma destas possibilidades está na ação anticancerigenea do NO. Baseado nisto este projeto tem como objetivo geral sintetizar espécies que possam atuar como agentes doadores de NO por processo redutimétrico e avaliar o sítio de liberação de NO através do uso de compostos luminescentes. A especificidade destes compostos será alcançada através da interação açúcar-{Ru-NO} obtido quando a espécie cis-[Ru(bpy-açúcar)2(py-R)(NO)]3+ (I) for exposto a células metastáticas. Nestes estudos serão sintetizados as espécies [Ru(bpy-açúcar)2(py-R)NO](PF6)3, em que py-R = ligante fluoroforo (BODPY); [Ru(bpy)2(py-R)NO]3+ (bpy = 2,2' bipiridina) e [Ru(L)4(py-R)NO]3+ (L = piridina, 4-picolina e 4-acetilpiridina). A caracterização química e cinética destes sistemas será avaliada por técnicas espectrofotométricas e eletroquímicas. A cinética de liberação de óxido nítrico a partir da redução de [Ru(bpy-açúcar)2(py-R)NO]3+ será avaliada utilizando-se sensor de óxido nítrico e métodos espectroscópicos. A citotoxicidade será determinada pelo teste de MTT e citometria de fluxo. A comparação do efeito citotóxico entre (I) às espécies [Ru(bpy)2(py-R)NO]3+ permitirá avaliar o "uptake" do composto em função da alteração estrutural do ligante bipiridina. O potencial de membrana mitocondrial será estimado utilizando-se Rodamina 123.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)