Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da audição em adolescentes expostos a música amplificada

Processo: 12/02763-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2012
Vigência (Término): 31 de maio de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Andréa Cintra Lopes
Beneficiário:Marina Panelli
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Audiologia   Adolescentes   Saúde auditiva   Ruído   Música

Resumo

A música é vista principalmente como arte e lazer e também pode exercer um importante papel na educação infantil e de jovens, trazendo muitos benefícios. No entanto, além de todos os benefícios que a música traz, quando o indivíduo se expõe de forma inadequada, o prazer proporcionado pela música pode trazer efeitos auditivos e não auditivos. Os riscos, para adquirir a perda auditiva dependem de fatores como número de horas de fones auriculares ou intensidade. A quantidade de intensidade sonora bem como o tempo que se fica exposto a eles são fatores determinantes da capacidade de prejudicar a audição. Dessa forma, o objetivo deste estudo será: Investigar a prevalência de alterações auditivas mínimas em adolescentes de ambos os sexos, estimar a prevalência do zumbido nestes adolescentes, e realizar revisão sistemática sobre os artigos relacionados ao tema.Tais informações trarão contribuições para o estabelecimento de políticas de enfretamento teórico e metodológico, capazes de captar novos enfoques da reação saúde do jovem, de modo a propiciar a manutenção ou melhora dos níveis de saúde de jovens expostos aos riscos auditivos.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
PANELLI, Marina. Avaliação da audição em adolescentes expostos a música amplificada. 2014. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB/SDB) Bauru.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.