Busca avançada
Ano de início
Entree

Presença de alterações degenerativas e posturais da coluna cervical e aspectos de funcionalidade e incapacidade globais em pacientes com cefaleia.

Processo: 11/22701-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2012
Vigência (Término): 30 de abril de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:José Geraldo Speciali
Beneficiário:Gabriela Natalia Ferracini
Instituição Sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/13159-0 - Relação entre a postura de protrusão da cabeça com a mobilidade da coluna cervical alta e a resistência dos músculos flexores profundos da coluna cervical em indivíduos com migrânea, BE.EP.DR
Assunto(s):Enxaqueca sem aura   Cervicalgia   Dor crônica   Neurologia   Radiografia
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:cefaleia cervicogênica | cefaléia tipo tensional | dor cervical | dor crônica | migrânea | Radiografia | Neurologia

Resumo

A dor crônica é um problema comum na população e um dos principais motivos de procura pelos serviços públicos de saúde, por afetar a saúde em todos os seus aspectos, existe a necessidade de avaliação e tratamentos adequados. Os indivíduos com cefaleia podem apresentar alterações das percepções dolorosas, incapacidades e funcionalidades cervical e global. Este estudo objetiva avaliar a presença de alterações degenerativas e posturais da coluna cervical em pacientes com cefaleia cervicogênica, migrânea e cefaleia tipo tensional (episódicas e crônicas) que frequentam o serviço terciário de assistência em saúde, bem como determinar a associação dessas alterações de postura cervical com aspectos de funcionalidade e incapacidade globais. Para tal, serão selecionados 60 indivíduos de ambos os sexos, com o diagnóstico médico de migrânea, cefaleia cervicogênica e cefaleia tipo tensional em atendimento no Ambulatório de Cefaleia e Algias Craniofaciais do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto - HCFMRP/USP; e 20 acompanhantes destes indivíduos para compor o grupo controle sem histórico de cefaleia nos últimos 3 meses. Estes preencherão questionários sobre dor crônica, alodínia cutânea, incapacidade e funcionalidade cervical e global, após serão encaminhados ao serviço de radiologia. A análise dos resultados será realizada com o teste de Kolmogorov-Smirnov para determinar o tipo de distribuição das variáveis a serem estudadas.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)