Busca avançada
Ano de início
Entree

Contribuições da psicanálise de Freud e Lacan a uma psicotherapia na Saúde Coletiva: a clínica do sujeito na Saúde Pública

Processo: 11/16308-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2012
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Tratamento e Prevenção Psicológica
Pesquisador responsável:Abílio da Costa Rosa
Beneficiário:Waldir Périco
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Assunto(s):Psicanálise

Resumo

Temos como objetivo principal pensar a clínica na Atenção Psicossocial à luz do referencial teórico-ético-metodológico psicanalítico, considerando os parâmetros do Modo Psicossocial. Especialmente, trata-se de fundamentar, a partir da prática, uma modalidade de psicotherapia para a clínica do recalcamento (clínica das neuroses) na Saúde Coletiva na qual a psicanálise do campo de Freud e Lacan é aplicada. Como idealizou Freud, é possível a contribuição da psicanálise nas instituições que ofertam Atenção ao sofrimento psíquico para as classes populares? É com Freud, revisitado por Lacan, que esperamos demonstrar que sim: se para Freud tal tarefa nos demanda "adaptar a nossa técnica às novas condições" é com os avanços teóricos, técnicos e éticos realizados por Lacan que a psicanálise se encontra melhor preparada para dar uma contribuição singular à Saúde coletiva. Nessa perspectiva, o psicotherapeuta parte essencialmente de uma orientação ética que visa inserir o sujeito na clínica. Esse sujeito, que não se confunde com o indivíduo, mas está relacionado com o resultado da entrada do homem na linguagem, é sujeito como corte, como efeito de enunciação que bifurca um sentido dado e que anuncia uma noção de inconsciente como processo de produção de sentido novo e contínuo. Trata-se de um sujeito capaz de subjetivar seus impasses por meio do restabelecimento da sua aptidão simbólica. Sem deixar de lado a autonomia do sujeito, essa modalidade de psicoterapia deverá estar eticamente pautada pela oferta de dispositivos que favoreçam a produção de subjetividades singularizadas, como definida no Paradigma Psicossocial.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
PÉRICO, Waldir. Contribuições da psicanálise de Freud e Lacan a uma Psicotherapia outra: a clínica do sujeito na saúde coletiva. 2014. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista (Unesp). Faculdade de Ciências e Letras. Assis Assis.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.