Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do potencial antimicrobiano, antiinflamatório, remodelação óssea, antioxidante e antineoplásico da Malva sylvestris.

Processo: 11/23980-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 25 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontologia Social e Preventiva
Pesquisador responsável:Pedro Luiz Rosalen
Beneficiário:Bruna Benso
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Fitoterapia   Malvaceae   Extratos vegetais   Plantas medicinais   Análise biológica

Resumo

Durante séculos, o tratamento com plantas (e/ou seus produtos) foi o único recurso disponível para diferentes grupos étnicos para a prevenção e o tratamento de muitas doenças. Porém, o uso indiscriminado de plantas sem qualquer conhecimento fitoquímico, farmacológico e toxicológico é de grande preocupação para a saúde. A Malva sylvestris (planta da família Malvaceae e conhecida popularmente como Malva-cheirosa/Malva-grande e Malva-silvestre) é citada na literatura etnofarmacológica como medicação com propriedades antiinflamatórias, antimicrobianas, cicatrizantes e outras. Desta forma, a M. sylvestris apresenta indicações terapêuticas empíricas na Odontologia (Ex. tratamento de gengivite, doença periodontal, estomatite, etc) e Medicina (Ex. faringite, bronquite, processos cicatriciais, etc). Embora a M. sylvestris possua um grande uso popular, a literatura científica atual é escassa em informações que suportem as propriedades biológicas atribuídas a esta planta (principalmente em relação ao seu uso na odontologia). Desta forma, o presente projeto tem como objetivo avaliar o potencial farmacológico da M. sylvestris e de quatro frações químicas sobre atividades biológicas de interesse odontológico. Metodologias in vitro e in vivo serão realizadas para a avaliação dos seguintes efeitos do extrato etanólico da M. sylvestris (EEM) e frações químicas com polaridades diferentes (Hexânica, Clorofórmica, Acetato de Etila e Aquosa): 1) Citototoxidade, 2) Antimicrobiano, 3) Antiinflamatório, 4) Remodelação óssea, 5) Atividade de inibição da metaloproteinase de matriz, 6) Antioxidante e 7) Antineoplásico. Os resultados obtidos serão submetidos inicialmente a uma análise exploratória para a determinação do melhor teste estatístico, sendo em seguida aplicado o teste mais conveniente para cada análise apresentada no trabalho. Ao final, espera-se determinar o potencial farmacológico da M. sylvestris (EEM e frações), constituindo assim, uma base para o uso clínico desta planta, e ao mesmo tempo, um guia para o isolamento e identificação do(s) princípio(s) ativo(s) responsável(is) para cada atividade biológica detectada.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BENSO, BRUNA; ROSALEN, PEDRO LUIZ; PASETTO, SILVANA; SALOME MARQUEZIN, MARIA CAROLINA; FREITAS-BLANCO, VERONICA; MURATA, RAMIRO MENDONCA. Malva sylvestris derivatives as inhibitors of HIV-1 BaL infection. NATURAL PRODUCT RESEARCH, v. 35, n. 6, p. 1064-1069, MAR 19 2021. Citações Web of Science: 3.
BENSO, BRUNA; ROSALEN, PEDRO LUIZ; PASETTO, SILVANA; SALOME MARQUEZIN, MARIA CAROLINA; FREITAS-BLANCO, VERONICA; MURATA, RAMIRO MENDONCA. Malva sylvestris derivatives as inhibitors of HIV-1 BaL infection. NATURAL PRODUCT RESEARCH, v. 35, n. 6 JULY 2019. Citações Web of Science: 2.
BENSO, BRUNA; FRANCHIN, MARCELO; MASSARIOLI, ADNA PRADO; RIZZATO PASCHOAL, JONAS AUGUSTO; ALENCAR, SEVERINO MATIAS; NOBRE FRANCO, GILSON CESAR; ROSALEN, PEDRO LUIZ. Anti-Inflammatory, Anti-Osteoclastogenic and Antioxidant Effects of Malva sylvestris Extract and Fractions: In Vitro and In Vivo Studies. PLoS One, v. 11, n. 9 SEP 19 2016. Citações Web of Science: 10.
BENSO, BRUNA; ROSALEN, PEDRO LUIZ; ALENCAR, SEVERINO MATIAS; MURATA, RAMIRO MENDONCA. Malva sylvestris Inhibits Inflammatory Response in Oral Human Cells. An In Vitro Infection Model. PLoS One, v. 10, n. 10 OCT 19 2015. Citações Web of Science: 12.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.