Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da viabilidade de sedimentos formulados para a aplicação em ensaios ecotoxicológicos: ênfase para a atuação de 17B-Estradiol sobre Hyalella azteca

Processo: 12/02120-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2012
Vigência (Término): 30 de abril de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Renata Fracácio Francisco
Beneficiário:Tamires Jurça Cardoso de Lima
Instituição-sede: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental de Sorocaba. Sorocaba , SP, Brasil
Assunto(s):Ecotoxicologia   Qualidade da água   Poluição da água   Sedimentos   Disruptores endócrinos   Estradiol   Amphipoda   Estudos de viabilidade

Resumo

Os interferentes endócrinos (IE) são uma classe emergente de contaminantes presentes em sistemas aquáticos brasileiros. Este fato, associado à ausência de padrões de qualidade de água e de emissão para os mesmos, em legislação vigente, torna relevante os estudos associados ao seu comportamento e interações nos sistemas aquáticos, bem como a sua atuação nos sistemas biológicos. Para tanto, os objetivos gerais do presente trabalho, são: 1) Avaliar o comportamento do 17B-estradiol (E2) sobre organismos-teste representativos do sedimento, na presença de Substâncias Húmicas Aquáticas (SHA), mimetizando situações reais, evitando-se, conseqüentemente, superestimar ou subestimar os potenciais tóxicos dos mesmos e 2) Estabelecer protocolos de possíveis formulações de sedimentos aplicáveis a testes de toxicidade para estudar o comportamento do poluente. Para a avaliação do comportamento e toxicidade do complexo IE-SHA nos sedimentos, serão testadas várias formulações, com base em condições reais, enfatizando-se diferentes fontes e concentrações de SHA, de modo a proporcionar fidedignidade em estudos ecotoxicológicos. O organismo-teste utilizado será o amphipoda dulcícola epibentônico Hyalella azteca, considerando-se as etapas iniciais de desenvolvimento, até a maturação sexual. A elaboração de protocolos experimentais para sedimentos formulados permitirá o uso de metodologia padronizada entre laboratórios e por conseqüência, uma maior confiabilidade na comparação de dados em estudos concentração-resposta. Este trabalho poderá contribuir no estabelecimento de padrões de qualidade de interferentes endócrinos em sedimentos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)