Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da variação nos teores de capsaicinoides, capsinoides, carotenóides, fenólicos totais e capacidade antioxidante de pimentas Capsicum chinense em diferentes estádios de maturação e períodos de colheita

Processo: 11/15431-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Helena Teixeira Godoy
Beneficiário:Janclei Pereira Coutinho
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):12/22053-6 - Otimização da extração e análise de análogos não pungentes dos capsaicinoides (Capsinoides), BE.EP.DD
Assunto(s):Análise de alimentos   Capsaicina   Carotenoides   Compostos fenólicos   Antioxidantes   Anti-inflamatórios   Pimenta   Capsicum   Maturação vegetal   Colheita   Cromatografia

Resumo

No Brasil são grandes as exportações de pimenta, sendo esta uma das hortaliças mais exportada do país, representando 13,5% do valor total das exportações desse tipo de produto, colocando-a em segundo lugar em termos da arrecadação em valores de exportação de hortaliças. O consumo da pimenta in natura ainda é relativamente pequeno, seu maior emprego é na indústria de alimentos, onde é utilizada como condimento, corante e aromatizante em molhos, sopas, carnes processadas, lanches, doces e algumas bebidas alcoólicas. As capsaicinas e os carotenóides são os dois principais grupos de substâncias presentes nas pimentas, responsáveis por tais propriedades. Sob o ponto de vista funcional, essas substâncias apresentam atividade antioxidante, antitumoral, analgésica, anti-inflamatória, antimutagênica entre outras. Visto que a presença dessas substâncias em pimentas é afetada por diversos fatores como índice pluviométrico, temperatura, grau de maturação dos frutos, local de plantio, dentre outros, neste trabalho serão avaliados o teor de carotenoides, capsaicinoides, e atividade biológica em pimentas Capsicum chinense em diferentes graus de maturação (imaturas e em estádio comercial) e períodos de colheita (inverno e verão). A cromatografia líquida de ultra performance (UPLC), uma evolução da cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC), resultado das colunas cromatográficas empregadas, será utilizada nas análises dessas duas classes de compostos. A atividade antioxidante será avaliada pelos métodos do DPPH (2,2-difenil-1-picrilhidrazila), FRAP (Ferric Reducing Antioxidant Power), ORAC (Oxygen Radical Absorbance Capacity), e os testes de atividade anti-inflamatória e resposta do sistema imune serão conduzidos por testes biológicos em ratos, estes recebendo pimenta microencapsulada acrescentada em sua alimentação. O diferencial desse trabalho no que diz respeito a parte cromatográfica é a utilização de uma técnica "verde", com menor geração de resíduos, menor gasto de solvente corridas mais rápidas e a separação simultânea de carotenoides e capsaicinoides (até então inédita), e em relação ao ensaios biológicos a proposta de mostrar os benefícios da pimenta para o sistema imunológico por meio da alimentação é inovadora, pois não serão utilizados extratos ou compostos puros e sim a pimenta microencapsulada, ou seja, será observado se existe a influência direta de um alimento ao invés de fármaco ou extrato. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
COUTINHO, JANCLEI P.; BARBERO, GERARDO F.; AVELLAN, ORETO F.; GARCES-CLAVER, A.; GODOY, HELENA T.; PALMA, MIGUEL; BARROSO, CARMELO G. Use of multivariate statistical techniques to optimize the separation of 17 capsinoids by ultra performance liquid chromatography using different columns. Talanta, v. 134, p. 256-263, MAR 1 2015. Citações Web of Science: 8.
SGANZERLA, MARLA; COUTINHO, JANCLEI PEREIRA; TAVARES DE MELO, ARLETE MARCHI; GODOY, HELENA TEIXEIRA. Fast method for capsaicinoids analysis from Capsicum chinense fruits. Food Research International, v. 64, p. 718-725, OCT 2014. Citações Web of Science: 26.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.