Busca avançada
Ano de início
Entree

José de Alencar, editor de si mesmo

Processo: 11/20991-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literatura Brasileira
Pesquisador responsável:Lucia Granja
Beneficiário:Daiane Camila Bizari
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):História cultural   História da literatura   José de Alencar

Resumo

Este projeto será desenvolvido dentro do Projeto Temático FAPESP 2011/07342- 9, "A circulação transatlântica dos impressos - a globalização da cultura no século XIX", coordenado por Marcia Azevedo de Abreu, do qual a responsável pela bolsa participa como professora colaboradora. Trata-se de um estudo das obras de José de Alencar cuja edição foi financiada pelo próprio escritor: Cartas sobre A Confederação dos Tamoios (1856), Cinco Minutos (1856), O Guarani (1857), A Viuvinha (1857), Rio de Janeiro: verso e reverso (1857), O Demônio Familiar (1857), A noite de São João (1857), As asas de um anjo (1858), Mãe (1860), Lucíola (1862), As minas de prata (1863), Diva (1864), Iracema (1865), Expiação (1868) e Ao Correr da Pena (1874). Faremos um estudo da história da publicação destes textos e da relação entre os modos de publicação e a leitura e recepção das obras, por parte do público na época. Ao fim de tudo, definiremos uma fase para a publicação dos romances de José de Alencar, que nomearemos como a do "editor de si mesmo" e a analisaremos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)