Busca avançada
Ano de início
Entree

Miosina-5A humana e o transporte intracelular de cargoes: estudos dos complexos de miosina-5A e proteínas adaptadoras

Processo: 11/20229-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Pesquisador responsável:Mário Tyago Murakami
Beneficiário:Leandro Henrique de Paula Assis
Instituição-sede: Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM). Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (Brasil). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Bioquímica   Miosina tipo V   Transporte ativo do núcleo celular   Leveduras   Técnicas do sistema de duplo-híbrido

Resumo

Algumas proteínas pertencentes à superfamília das miosinas se deslocam ao longo dos filamentos de actina utilizando a hidrólise do ATP para transportar vesículas, organelas, RNA mensageiro, complexos proteicos e outros cargoes. Devido a sua ubíqua distribuição em eucariotos, destacam-se os estudos voltados à miosina-5A (MYO5A), um motor molecular homodimérico com estrutura primária semiconservada ao longo da evolução e que possui em sua extremidade C-terminal o Domínio da Cauda Globular (DCG); este composto basicamente por alfa-hélices distribuídas em dois subdomínios (como demonstrado para seu ortólogo em S. cerevisiae), aos quais se ligam os cargoes a serem transportados. Muitas vezes, o transporte de cargoes não se dá pela interação direta destes com a MYO5A e, por isso, é comum a presença de uma proteína adaptadora (PA). Logo, o comprometimento da interação entre a MYO5A e a PA e, por consequência, do transporte intracelular de cargoes, pode levar o organismo afetado a fenótipos indesejados, sendo o principal exemplo a Síndrome de Griscelli, uma doença caracterizada por gerar quadros de albinismo cutâneo e capilar assim como severos transtornos neurológicos. Motivados a esclarecer processos nos quais a MYO5A humana possa estar envolvida, realizamos screening em uma biblioteca de cérebro fetal humano (onde a MYO5A é expressa mais abundantemente) utilizando a técnica de Duplo-Híbrido em Levedura a fim de identificar PAs inéditas para o DCG (experimentos conduzidos durante a iniciação científica). Portanto, o presente trabalho tem por objetivo validar as interações identificadas durante o screening, postular sua importância funcional e vias de regulação através de estudos biofísicos e estruturais dos complexos MYO5A-PA no intuito de aprofundar o atual entendimento sobre os mecanismos moleculares envolvidos no transporte de cargoes, assim como das doenças potencialmente associadas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ASSIS, L. H. P.; SILVA-JUNIOR, R. M. P.; DOLCE, L. G.; ALBORGHETTI, M. R.; HONORATO, R. V.; NASCIMENTO, A. F. Z.; MELO-HANCHUK, T. D.; TRINDADE, D. M.; TONOLI, C. C. C.; SANTOS, C. T.; et al. The molecular motor Myosin Va interacts with the cilia-centrosomal protein RPGRIP1L. SCIENTIFIC REPORTS, v. 7, . (09/08312-6, 11/20229-7, 14/18189-5, 04/08868-0, 09/54882-9, 14/09720-9, 09/54014-7)
DOLCE, LUCIANO G.; SILVA-JUNIOR, RUI M. P.; ASSIS, LEANDRO H. P.; NASCIMENTO, ANDREY F. Z.; ARAUJO, JACKELINE S.; MESCHEDE, INGRID P.; ESPREAFICO, ENILZA M.; DE GIUSEPPE, PRISCILA O.; MURAKAMI, MARIO T.. Myosin Va interacts with the exosomal protein spermine synthase. BIOSCIENCE REPORTS, v. 39, n. 3, . (13/08135-2, 11/20229-7, 16/10862-8, 18/04017-9, 09/14257-8, 14/00584-5, 04/08868-0, 14/09720-9, 14/03989-6)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.