Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da Suplementação com Gordura na Performance Reprodutiva de Fêmeas Bovinas.

Processo: 11/14444-2
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 30 de novembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Claudia Maria Bertan Membrive
Beneficiário:Mariângela Bueno Cordeiro Maldonado
Instituição Sede: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental de Dracena. Dracena , SP, Brasil
Assunto(s):Ácido linoleico   Bovinos   Reprodução animal
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:ácido linoléico | bovino | morte embrionéria | PGF2alfa | semente de girassol | Reprodução Animal

Resumo

Durante o período de vigência da bolsa a bolsista realizou um estudo junto com um aluno de iniciação científica ao qual sugere-se que seja utilizado como Experimento 1 no desenvolvimento da dissertação de Mestrado da mesma, visto que o modelo de suplementação utilizado aumenta efetivamente as taxas de concepção. Neste estudo, objetivou-se comparar as taxas de concepção aos 30 dias de gestação em receptoras de embrião submetidas à Transferência de Embriões em Tempo Fixo (TETF), produzidos in vitro, suplementadas ou não com semente de girassol. No Experimento 1, novilhas cruzadas Bos taurus indicus x Bos taurus taurus (n=237) foram submetidas à sincronização dos estros pelo uso de um dispositivo intravaginal e após a remoção do implante foram divididas em dois grupos para receberem um dos seguintes tratamentos: 1,7 Kg/dia de suplemento alimentar contendo 40% de farelo de soja com 44% de proteína bruta (PB) e 60% de semente de girassol (Grupo Semente de Girassol; n=117) ou 1,7Kg/dia de suplemento alimentar contendo 53% de farelo de soja com 44% de PB e 47% de milho (Grupo Controle; n=120). Os suplementos fornecidos aos dois grupos foram igualmente balanceados em energia e proteína, ambos com 72% de NDT e 24% de PB, porém contendo ou não semente de girassol. O suplemento foi fornecido durante 22 dias consecutivos, sendo o primeiro dia de ingestão o dia da retirada do dispositivo intravaginal. Amostras de sangue foram coletadas após a retirada do dispositivo (D-1), no dia da TETF (D7) e no último dia de suplementação (D20). O sangue foi homogeneizado e centrifugado e o plasma armazenado em microtubos a -20ºC. O diagnóstico de prenhez foi realizado 22 dias após os embriões terem sido transferidos, por ultra-sonografia. Verificou-se que a taxa de prenhez no Grupo Semente de Girassol foi de 55,5% (65/117) enquanto no Grupo Controle foi de 36,66% (44/120), tendo havido um aumento de 19,30% na taxa de prenhez do grupo tratado com semente de girassol (p<0,05). Baseando-se nesses resultados propõe-se como modificação a proposta do projeto de mestrado: a) utilização deste estudo realizado com as receptoras como modelo biológico e ainda propõe-se a realização das mensurações relativas à concentrações plasmáticas de colesterol total, lipoproteína de alta densidade (HDL), lipoproteína de baixa densidade (LDL) e progesterona; b) realização de um segundo experimento (Experimento 2), onde vacas da raça Nelore (n=60), pluríparas, no período pós-parto de 40 a 80 dias, serão divididas equitativamente segundo a idade, peso, sexo do bezerro ao pé, escore de condição corporal e condição para receberem um dos seguintes tratamentos: 40% de farelo de soja com 44% de proteína bruta (PB) e 60% de semente de girassol (Grupo Semente de Girassol; n=30) ou 53% de farelo de soja com 44% de PB e 47% de milho (Grupo Controle; n=30), suplementadas diariamente com 1,7Kg de suplemento/dia, onde ambos os grupos, serão submetidos a uma lavagem uterina e a uma biópsia endometrial nos 7º, 16º e 22º dia considerando o dia esperado para o estro o D0 (utilização do mesmo protocolo do Experimento 1), sendo que para cada dia serão utilizadas 10 fêmeas para o Grupo Controle e 10 fêmeas do Grupo Semente de Girassol. O lavado uterino será acondicionado a -80ºC e os tecidos endometriais a -196ºC, para análises posteriores. O lavado uterino e o tecido endometrial terão a constituição lipídica averiguada (avaliação lipidômica) através da utilização da técnica de espectrometria de massas e o tecido endometrial coletado no 7º e 16º dia serão avaliados por PCR para as diferentes proteínas envolvidas na cascata geradora de PGF2alfa endometrial. A hipótese do presente estudo é que as fêmeas suplementadas com semente de girassol apresentam maiores taxas de concepção por apresentarem modificações no perfil de lipídios endometriais, condição que limita a síntese de PGF2alfa endometrial favorecendo o reconhecimento materno-fetal e a taxa de prenhez.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MALDONADO, Mariângela Bueno Cordeiro. Efeito da suplementação com semente de girassol na performance reprodutiva de fêmeas bovinas de corte: Mariângela Bueno Cordeiro. -. 2013. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista (Unesp). Faculdade de Medicina Veterinária. Araçatuba Araçatuba.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.